Motivos pelos quais você PRECISA ver ou rever O CORVO (The Crow, 1994)

Queridos e queridas, tudo certo com vocês?!

Hoje venho trazer mais um motivo pra você continuar bem quietinho na sua casa: assistir um bom filme, e que filme!

Neste mês de Maio comemoramos 26 anos do lançamento de O Corvo (The Crow) e, por conta disso, fiquei mega afim de vê-lo de novo (deve ser a vigésima, rs).

Pra quem nunca viu, o filme dirigido por Alex Proyas começa com o assassinato de um músico chamado Eric Draven, vivido pelo maravilhoso Brandon Lee (guenta aí que já falaremos dele) e sua noiva.

Os dois são mortos de formas horríveis por uma gangue bem bizarra que adora causar no bairro.

Pois bem! O filme é tão mágico que Draven volta da sua morte para se vingar da galera que matou o amor da sua vida e também o matou.

E como se não fosse legal o suficiente, ele ressuscita totalmente gótico e dark, assumindo uma nova identidade: O Corvo.

Eu sempre falo que O Corvo é um filme que tem tudo que eu gosto: é dark, tem ação, assassinato, tem homem gótico bonito e uma trilha sonora impecável com Nine Inch Nails, Rage Against The Machine, Tool, Stone Temple Pilots… só coisa linda!

Brandon Lee in The Crow (1994)

Além de, também, ter sido marcado e lembrado eternamente pelo assassinato de Brandon Lee, filho do lendário ator Bruce Lee, durante as filmagens.

Infelizmente enquanto gravavam, Lee faleceu interpretando Draven na cena em que, olhem que maluco, o mesmo é assassinado.

Tem todo um mistério que envolve a morte do ator, passando até por teorias da conspiração.

Talvez, nunca saberemos!

Outra coisa bem legal, O Corvo é baseado em uma HQ de James O’Barr (com o mesmo nome) escrita e lançada de forma serial em 1984. O mais doido e, acredito que deva ter deixado a obra mais visceral, é que O’Barr também perdeu sua namorada de forma trágica, atropelada por um motorista bêbado.

Eis que, por conta dessa tristeza pessoal, o escritor traduziu perfeitamente sua dor na criação do quadrinho.

Também, quando ouvimos o título O Corvo, nós que somos fãs de terror, já lembramos do conto de Edgar Allan Poe. E olhem que demais! Em uma cena do filme, Eric Draven, já todo trabalhado nas trevas, recita um trecho do conto de Poe. Arrepia, né?!

Olha, gente! Querem mais motivos pra assistir esse filme?!

Pois bem! Te dou mais um!

Um dos vilões do filme é vivido por Tony Todd, ator marcado pelo seu papel como o MARAVILHOSO assassino fantasma Candyman, em OMistério de Candyman (Candyman, 1992, de Bednard Rose) e pelo seu papel fantástico em o remake de A Noite Dos Mortos Vivos (Night of the Living Dead, 1990, de Tom Savini).

Acho que deu, né?!

Esse drama gótico, cheio de ação e rock n’ roll é um dos clássicos dos anos 90 e que sempre será lembrado por tudo que ele envolve e representa!

Bora ver O Corvo, minha gente?!

E lembrem-se: todo dia é Halloween!

O Corvo 
The Crow. 
Estados Unidos, 1994. 
Direção: Alex Proyas. 
Com Brandon Lee, Rochelle Davis, Ernie Hudson, Michael Wincott, Bai Ling, Sofia Shinas, Anna Thomson , David Patrick Kelly, Angel David, Tony Todd. 
102 minutos. 

Bai Ling, Michael Wincott, Angel David, and Tony Todd in The Crow (1994)

Brandon Lee in The Crow (1994)

Brandon Lee in The Crow (1994)

Brandon Lee in The Crow (1994)

Michael Wincott and Tony Todd in The Crow (1994)

Ernie Hudson and Rochelle Davis in The Crow (1994)

Bai Ling, Michael Wincott, and Tony Todd in The Crow (1994)


Bruna Galvanese, 31 anos de filmes de terror, jogos do Santos e doce de leite sem lactose. Publicitária de formação, escritora de coração. Talvez eu seja uma filha bastarda que o Zé do Caixão não tenha registrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *