Crítica | Jim & Andy: The Great Beyond (2017)

jim

Jim Carrey é das figuras mais controversas de Hollywood. Em seu auge, nos anos 90, estrelou os sucessos Ace Ventura, O Máskara e Debi & Lóide: Dois Idiotas em Apuros, todos de 1994. Tornou-se o ator mais bem pago da época. Teve outros êxitos de bilheteria, foi o Charada de Batman Eternamente (1995) e se arriscou em bons papeis dramáticos (O Show de Truman, Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças).

Injustamente jamais obteve o reconhecimento devido. Enfrentou problemas pessoais e nos últimos anos esteve fora do radar para os grandes estúdios. Precisou responder, inclusive, pelo suicídio da namorada Cathriona White, em setembro de 2015.

Um dos momentos mais marcantes de sua carreira foi quando interpretou o famoso comediante norte-americano Andy Kaufman (1949-1984) em O Mundo de Andy, dirigido por ninguém menos que o premiado cineasta checo Milos Forman (Oscars por Um Estranho no Ninho, 1975, e Amadeus, 1984).

Para conseguir o papel, o astro deixou o orgulho de lado e fez um teste. Sua interpretação impressiona até hoje. Parece estar possuído pelo falecido humorista e Tony Clifton, este último personagem que Kaufman costumava “encarnar”.

jim2

Numa temporada de grandes filmes (À Espera de um Milagre, Clube da Luta, Magnólia, O Informante, Matrix, De Olhos Bem Fechados, O Sexto Sentido, Toy Story 2, Quero Ser John Malkovich, para citar alguns), acabou ignorado principalmente no Oscar. Muitos acreditavam na indicação de Carrey para melhor ator.

Estigmatizado pelo jeito exagerado de fazer humor, acabou vítima do preconceito e do rótulo ao qual enfrentou durante muitos anos.

Jim & Andy: The Great Beyond – Featuring a Very Special, Contractually Obligated Mention of Tony Clifton, documentário produzido pelo Netflix, acompanha os bastidores da produção de O Mundo de Andy.

Carrey é ator egresso do Método, ensinado por Lee Strasberg e Stella Adler, do Actor’s Studio e do Stella Adler Studio of Acting, discípulos do russo Constantin Stanislavsky. O Método visa o mergulho completo do artista em sua personagem. Exemplo: quando Robert De Niro engordou 30 quilos para viver Jake LaMotta em O Touro Indomável. O primeiro grande nome internacional surgido destes ensinamentos foi Marlon Brando, o maior ator de todos os tempos.

No documentário podemos ver Carrey incorporando Andy e Tony o tempo inteiro, sem “sair” dessas personas e atendendo ao diretor, colegas de elenco e imprensa somente por esses nomes. Chegando, até, a irritar a equipe. Na ocasião, ele permitiu as filmagens dos bastidores. Mas o estúdio achou que mostrá-lo de tal maneira poderia prejudicar a bilheteria do longa. Quase vinte anos depois podemos conferir esses momentos, alternados com trechos da vida e da carreira de Andy Kaufman e de uma entrevista recente de Carrey.

Um filme sobre os limites da atuação, da entrega do artista, e um mea culpa de Carrey e homenagem a Kaufman. Pode ser até que a serenidade e a sensibilidade mostradas por Jim na conversa sejam artificiais e uma forma de minimizar as polêmicas recentes. Não deixa de ser genial e faria Kaufman sorrir.

Jim & Andy: The Great Beyond – Featuring a Very Special, Contractually Obligated Mention of Tony Clifton
EUA / Canadá. 2017.
Direção: Chris Smith.
Com Jim Carrey, Denny DeVito, Milos Forman, Paul Giamatti, Peter Bonerz.
1h34min.


 

André Azenha
Jornalista, crítico de cinema, produtor cultural, assessor de imprensa. Criou o CineZen em 2009. Escreve uma coluna semanal, aos sábados, para o jornal Expresso Popular, colabora semanalmente com a Rádio Santos FM. Escreveu entre 2012 e 2017 para o blog Espaço de Cinema no G1 Santos. Criador e coordenador do Santos Film Fest, CulturalMente Santista - Fórum Cultural de Santos, Nerd Cine Fest. Em 2016 publicou o livro "Histórias: Batman e Superman no Cinema". Já colaborou com sites, revistas e jornais de diversas partes do país. Realizou 102 sessões de um projeto de cinema itinerante, em Santos. Mestrando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *