Crítica | Estrelas Além do Tempo (Hidden Figures)

HiddenFoto

Hollywood ama histórias que valorizam heróis dos EUA. O problema é que, não raramente, as histórias ignoraram os feitos dos negros que ajudaram a construir a nação. #OscarSoWhite, protesto do ano passado contra a ausência de diversidade entre os indicados da Academia, principalmente nas categorias de atuação, surtiu efeito.

“Estrelas Além do Tempo” acompanha a bonita trajetória de três mulheres negras fundamentais no desenvolvimento da NASA e na ida de John Glenn (Glen Powell) ao espaço: primeiro astronauta do país a realizar a façanha.

São elas as matemáticas Katherine G. Johnson, Dorothy Vaughan e Mary Jackson: respectivamente por Taraji P. Henson, Octavia Spencer e Janelle Monáe.

O trio vive um momento de profundas transformações: os anos 60, década do movimento hippie, da liberdade sexual, da Corrida Espacial. E da busca por direitos civis para todos. Tão bem representada em “Selma – A Luta Pela Igualdade” (2014), sobre as marchas lideradas por Martin Luther King em 1965.

hidden3

Passos eram dados em direção a um mundo mais justo, diversificado. Mas ainda faltava muito a ser conquistado. Além do racismo, as três protagonistas precisavam lidar com o machismo impregnado há gerações. Sofriam duas vezes mais. Esforçaram-se o dobro, o triplo, para chegar aonde chegaram.

Dá asco ver atitudes mostradas na trama: a segregação a partir da separação de banheiros, garrafas térmicas e escritórios, entre outras situações repugnantes.

Feito para arrancar lágrimas do espectador, seja de que etnia for, o filme tem um quê otimista. Acredita ou quer nos fazer acreditar que alguns personagens mudam, se arrependem. Na vida real não é bem assim.

Basta verificarmos rapidamente pesquisas do IBGE: as mulheres negras, no Brasil, ainda são as que menos acessam as faculdades e as que mais ficam sujeitas a subempregos. Mais de 50 anos após os fatos mostrados na trama.

hidden2

No entanto, os clichês hollywoodianos não apagam o brilho da história. Especialmente o elenco fantástico – premiado com justiça pelo Sindicato dos Atores.

Inexplicavelmente Taraji P. Henson foi esquecida nas premiações. Intensa, forte, sensível. Octavia Spencer (Oscar de coadjuvante por “Histórias Cruzadas”) é um charme, divertida, possui força natural. A cantora Janelle Monáe  completa o núcleo central. Ela também está em “Moonlight” e revela-se uma intérprete interessante, mais contida, firme.

Há o grande Kevin Costner, Jim Parsons (o Sheldon de “The Big Bang Theory”), Kirsten Dunst e o sensacional Mahershala Ali (de “Moonlight”, “Luke Cage” e “House of Cards”), em menor e não menos impactante participação. Esse último é dos grandes nomes da temporada e tem tudo para seguir carreira especial.

Em seu segundo longa-metragem, o diretor Theodore Melfi repete o bom desempenho do trabalho anterior, a comédia “Um Santo Vizinho” (de 2014, com Bill Murray). E consegue, outra vez, nos deixar de olhos marejados.

Estrelas Além do Tempo
Hidden Figures
EUA. 2016.
Direção: Theodore Melfi.
Com Taraji P. Henson, Octavia Spencer, Janelle Monáe, Kevin Costner, Jim Parsons, Mahershala Ali.
2h07min.


André Azenha
Jornalista por formação, crítico de cinema, produtor cultural, pesquisador, curador, assessor de imprensa. Criou o CineZen em 2009. Colaborou com críticas semanais nos jornais Expresso Popular e quinzenais no jornal A Tribuna. Colabora semanalmente com a Rádio Santos FM. Escreveu entre 2012 e 2017 para o blog Espaço de Cinema no G1 Santos. Criador e coordenador do Santos Film Fest - Festival Internacional de Filmes de Santos, CulturalMente Santista - Fórum Cultural de Santos, Nerd Cine Fest e PalafitaCon. Em 2016 publicou o livro "Histórias: Batman e Superman no Cinema". Já colaborou com sites, revistas e jornais de diversas partes do país. Realizou 102 sessões de um projeto de cinema itinerante. Atualmente participa do projeto Hora da Cultura, pela Secult Santos, levando sessões de filmes e bate-papos às escolas da rede municipal. Mestrando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi. Escreveu sobre cinema para sites, jornais e revistas de Santos, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Limeira e Maceió. www.facebook.com/andreazenha01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *