Crítica | Spotlight – Segredos Revelados

spotlight

Tom McCarthy atuou em muitos filmes. Dirigiu poucos. Entre eles, o drama independente “O Agente da Estação” (2003), com Peter Dinklage, quando mostrou seu talento atrás das câmeras. Aqui ele leva ao cinema a verídica história da equipe de jornalistas (que dá título ao longa) do jornal Globe, responsável por desmascarar os abusos sexuais cometidos por padres da igreja católica de Boston. A trama é sobre a investigação e não vai ao cerne da diocese. Mostra os meandros do trabalho jornalístico como ele deve ser: ético, intenso, sem censura, com responsabilidade social. Lembra “Todos os Homens do Presidente” (1976), sobre o caso Watergate. Um retrato importante de parte da classe para um tempo em que a profissão parece estar se diluindo entre sensacionalismo e busca inconsequente por cliques e audiência.

A direção é segura e o elenco irrepreensível. Principalmente Mark Ruffalo e Rachel McAdams: ela cada vez mais madura e que fez uma jornalista/blogueira em “Intrigas de Estado” (2009). O curioso é que foi preciso a audácia de três sujeitos de origens diferentes para adentrar a fechada comunidade católica da cidade: um advogado armênio (Stanley Tucci), o novo editor do Globo (feito por Liev Schreiber), judeu, e o repórter de Ruffalo, de origem portuguesa.

Além de mostrar uma história importante, questiona a omissão (seja por medo, pela correria do trabalho ou outros aspectos) de pessoas que poderiam ter cortado o mal pela raiz, denunciando os abusos. Ganhou o Critics’ Choice Awards de melhor filme.


Videocast:


Trailer:


SPOTLIHT – SEGREDOS REVELADOS (Spotlight)
EUA / Canadá. 2015.
Direção: Tom McCarthy.
Com Michael Keaton, Mark Ruffalo, Rachel McAdams,Liev Schreiber, John Slattery, Brian d’Arcy James, Stanley Tucci, Billy Crudup, Mitchell Garabedian.
128 minutos.


 

André Azenha
Jornalista, crítico de cinema, produtor cultural, assessor de imprensa. Criou o CineZen em 2009. Escreve uma coluna semanal, aos sábados, para o jornal Expresso Popular, colabora semanalmente com a Rádio Santos FM. Escreveu entre 2012 e 2017 para o blog Espaço de Cinema no G1 Santos. Criador e coordenador do Santos Film Fest, CulturalMente Santista - Fórum Cultural de Santos, Nerd Cine Fest. Em 2016 publicou o livro "Histórias: Batman e Superman no Cinema". Já colaborou com sites, revistas e jornais de diversas partes do país. Realizou 102 sessões de um projeto de cinema itinerante, em Santos. Mestrando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *