FAAP lança curso de Animação

Com a experiência de mais de 30 anos no ensino de Cinema, a Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) lança neste mês um bacharelado em Animação. Com quatro anos de duração, o curso visa formar profissionais que possam atuar na produção de curtas e longas-metragens, na televisão (aberturas de telenovelas, programas e séries), no mercado publicitário e no desenvolvimento de games.

Eliseu Lopes Filho, professor e coordenador do curso, explica que o mercado está em um ritmo crescente e é necessário ter profissionais preparados para atuar neste setor. “Há algum tempo tínhamos pessoas fazendo animação por paixão, mas hoje o cenário é outro. É um setor dinâmico, mais profissional e que está tendo um reconhecimento interessante”, destaca.

Como exemplos, cita dois longas-metragens brasileiros que levaram o prêmio principal no Annecy Animated International – o maior festival da categoria: “Uma História de Amor e Fúria”, do diretor Luiz Bolognesi, em 2013; e “O Menino e o Mundo”, do diretor Alê Abreu, em 2014. Este ano, no mesmo festival, o curta-metragem “Guida”, de Rosana Urbes, recebeu o prêmio da crítica e de melhor curta de estreia.

Cenário

Na história da animação brasileira, foram realizados 34 longas-metragens. Desse total, 23 filmes – o que equivale a 65% da produção nacional – foram realizados em São Paulo, sem considerar a produção de filmes publicitários, onde os mais tradicionais estúdios estão situados.

A indústria de games – que começa a se desenvolver – também abre uma espaço importante no mercado de trabalho, por absorver profissionais especializados que favoreçam a criação e o desenvolvimento de uma indústria nacional sustentável.

A produção de séries para TV também é uma área promissora. “Com o aumento do número de canais pagos em alta definição e a cota de produção nacional, observou-se a necessidade de lançar novos títulos e produtos. Temos hoje cerca de 30 séries sendo produzidas e algumas já exibidas em canais”, acrescenta o professor Eliseu, que também atua como diretor, montador e produtor do mercado de animação e cinema.

O curso de Animação conta com toda a infraestrutura da FAAP, que possui estúdios de fotografia e filmagem, oficinas de modelagem, escultura e mecânica de precisão, além de laboratórios com softwares específicos para animação, edição, composição e manipulação de imagem.

Os alunos também têm à disposição uma biblioteca atualizada e uma filmoteca, com acervo com mais de quatro mil filmes, fotos, roteiros e cartazes.

Veja onde o profissional de Animação pode atuar:

1. Direção, produção e roteiro de: curtas, longas-metragens, comerciais de TV, videogames, institucionais, educativos, aberturas de novelas e programas, séries de TV em animação 2D, 3D, stopmotion.

2. Diretamente relacionadas à animação: diretor de animação, animador, intercalador, clean-up, arte-finalista, colorista – para animação em 2D, 3D, stopmotion e games.

3. Com abrangência em outras áreas: direção de arte, desenho conceitual, layout, ilustração, storyboard, composição visual para cinema, televisão, game e publicidade.

4. Efeitos visuais e especiais para cinema e televisão.

5. Produtoras de cinema, emissoras de televisão, estúdios de games, agências de propaganda, provedores de internet ou outras empresas ligadas ao entretenimento ou à comunicação visual.

Mais informações em http://vestibular.faap.br/cursos/animacao/

Formado em Jornalismo na UniSantos em 1999, atuou como repórter e também como editor de revistas segmentadas nas áreas de Construção, Transporte, Indústria e Automação Industrial. Também trabalhou em Assessorias de Imprensa nas áreas de Cultura e Negócios. Viciado em Música (mais do que em Cinema - foi mal, André, rs...) e em revistas (de todos os tipos). Nas horas vagas, ataca de baterista de banda de rock. Contato: redacao.cinezen@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *