Garotas Inocentes, de Naomi Foner

Duas adolescentes melhores amigas vem passar férias de verão em Nova York e redondezas e fazem um pacto de perderem a virgindade. Mas começam a se desentender em dificuldades com as respectivas famílias e, principalmente, na disputa de um mesmo rapaz.

Estreia como diretora de uma produtora bissexta que fez “O Peso de um Passado”, com River Phoenix (88), “O Destino de uma Vida”, com Halle  Berry (95).

Ela não parece ter jeito para a coisa, num filme desajeitado, que desperdiça um elenco de famosos como coadjuvantes (Dreyfuss, Barkin, Moore) e mesmo a dupla de teens, principalmente a Olsen, de “Vingadores: Era de Ultron”. Um tema já explorado demais num filme abaixo do medíocre.

(Very Good Girls). EUA, 14. 91 min. Califórnia. Locadoras/VOD. Direção e roteiro de Naomi  Foner. Com Dakota Fanning, Elizabeth  Olsen, Sterling Jones, Demi Moore, Richard Dreyfuss, Peter Sarsgaard, Clark Gregg, Ellen Barkin e Boyd Holbrook.

Rubens Ewald Filho é jornalista formado pela Universidade Católica de Santos (UniSantos), além de ser o mais conhecido e um dos mais respeitados críticos de cinema brasileiro. Trabalhou nos maiores veículos comunicação do país, entre eles Rede Globo, SBT, Rede Record, TV Cultura, revista Veja e Folha de São Paulo, além de HBO, Telecine e TNT, onde comenta as entregas do Oscar (que comenta desde a década de 1980). Rubens já assistiu a mais de 30 mil filmes entre longas e curta-metragens e é sempre requisitado para falar dos indicados na época da premiação do Oscar. Ele conta ser um dos maiores fãs da atriz Debbie Reynolds, tendo uma coleção particular dos filmes em que ela participou. Fez participações em filmes brasileiros como ator e escreveu diversos roteiros para minisséries, incluindo as duas adaptações de “Éramos Seis” de Maria José Dupré. Ainda criança, começou a escrever em um caderno os filmes que via. Ali, colocava, além do título, nomes dos atores, diretor, diretor de fotografia, roteirista e outras informações. Rubens considera seu trabalho mais importante o “Dicionário de Cineastas”, editado pela primeira vez em 1977. Recebeu uma estrela na Calçada da Fama do Cine Roxy, em Santos, em 2013 e participou como convidado de eventos promovidos pelo CineZen.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *