O Protetor

Denzel Washington parece se divertir a cada vez que é chamado para viver sujeitos implacáveis, como em “Chamas da Vingança” (2004), “O Gângster” (2007) e “Dia de Treinamento” (2001), do diretor Antoine Fuqua, trabalho o qual lhe rendeu o Oscar de Melhor Ator. Ele e o cineasta retomam a parceria nesse filme mais focado no entretenimento mas não menos violento: a trama é baseada na série de tevê homônima dos anos 80 e coloca o protagonista no encalço de mafiosos russos que espancaram jovem garota de programa (Chloë Grace Moretz). O roteiro não tem pressa em descambar para a ação, e quando o faz, apresenta ao espectador maneiras inusitadas de matar violões – quase um manual para pretensos justiceiros ou assassinos. Divertido até certo ponto, vale mesmo pelo carisma do astro.

3,5 estrelas em 5.

Estreia no Brasil: 25/09/2014.

André Azenha
Jornalista por formação, crítico de cinema, produtor cultural, pesquisador, curador, assessor de imprensa. Criou o CineZen em 2009. Colaborou com críticas semanais nos jornais Expresso Popular e quinzenais no jornal A Tribuna. Colabora semanalmente com a Rádio Santos FM. Escreveu entre 2012 e 2017 para o blog Espaço de Cinema no G1 Santos. Criador e coordenador do Santos Film Fest - Festival Internacional de Filmes de Santos, CulturalMente Santista - Fórum Cultural de Santos, Nerd Cine Fest e PalafitaCon. Em 2016 publicou o livro "Histórias: Batman e Superman no Cinema". Já colaborou com sites, revistas e jornais de diversas partes do país. Realizou 102 sessões de um projeto de cinema itinerante. Atualmente participa do projeto Hora da Cultura, pela Secult Santos, levando sessões de filmes e bate-papos às escolas da rede municipal. Mestrando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi. Escreveu sobre cinema para sites, jornais e revistas de Santos, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Limeira e Maceió. www.facebook.com/andreazenha01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *