Itinerância da Mostra Internacional | Meteora e a libertação

Cena do filme Meteora de Spiros Stathoulopoulos (Foto: Divulgação)

O filme grego “Meteora” é sobre renúncia, e o significado dessa renúncia. E sobre redenção. E a redenção é amar. Amar é liberdade, livrar-se do desespero de viver em conflito.

Nas planícies aquecidas da Grécia central, monastérios ortodoxos estão localizados nos topos de montanhas. Praticamente inacessíveis. Quase que suspensos, entre o céu e a terra. O jovem monge Theodoros e a freira Urania vivem com devoção os rituais e costumes a que estão entregues desde o nascimento. Um afeto cresce entre eles. E então, o que escolher: a devoção espiritual ou o desejo humano?

Somos apresentados a longas e belas tomadas. Tão longas e silenciosas que farão algumas pessoas chamarem o filme de “parado”. No entanto, cada uma delas é importante de sentir, pensar, refletir. Por exemplo: o isolamento revelado pelos planos abertos, que mostram as edificações perdidas entre rochas e o deserto.

É um trabalho que mescla atores e utiliza a animação – inicialmente um recurso à falta de maior orçamento – para cenas de sentido figurado que complementam a beleza desolada das paisagens reais. Um trabalho cujo significado vai muito além da crítica à religião: fala da Grécia atual, mergulhada em crise e que busca encontrar o seu caminho. Assim como seres humanos que encontram na fé a saída para seus anseios.

Direção: Spiros Sathoulopoulos.
Elenco: Theo Alexander, Tamila Koulieva.
82 minutos.

Filme exibido na itinerância da Mostra Internacional de Cinema, em Santos

André Azenha
Jornalista por formação, crítico de cinema, produtor cultural, pesquisador, curador, assessor de imprensa. Criou o CineZen em 2009. Colaborou com críticas semanais nos jornais Expresso Popular e quinzenais no jornal A Tribuna. Colabora semanalmente com a Rádio Santos FM. Escreveu entre 2012 e 2017 para o blog Espaço de Cinema no G1 Santos. Criador e coordenador do Santos Film Fest - Festival Internacional de Filmes de Santos, CulturalMente Santista - Fórum Cultural de Santos, Nerd Cine Fest e PalafitaCon. Em 2016 publicou o livro "Histórias: Batman e Superman no Cinema". Já colaborou com sites, revistas e jornais de diversas partes do país. Realizou 102 sessões de um projeto de cinema itinerante. Atualmente participa do projeto Hora da Cultura, pela Secult Santos, levando sessões de filmes e bate-papos às escolas da rede municipal. Mestrando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi. Escreveu sobre cinema para sites, jornais e revistas de Santos, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Limeira e Maceió. www.facebook.com/andreazenha01

One thought on “Itinerância da Mostra Internacional | Meteora e a libertação

  1. André , esse filme Meteora, infelizmente, não pude assistir, mas os que vi foram maravilhosos. Estão de parabéns pelo evento e seleção. Precisamos ter mais filmes dessa qualidade. Bjs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *