05/11: ‘3x3D’ abre itinerância da Mostra Internacional de Cinema em Santos, no Teatro do Sesc

O cineasta português Edgar Pêra
O cineasta português Edgar Pêra

Centrado na cidade de Guimarães, três diretores consagrados – Jean-Luc Godard, Peter Greenaway e Edgar Pêra – exploram as três dimensões do cinema em “3x3D” filme inédito no litoral paulista e que abre a itinerância santista da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, na terça-feira, 5 de novembro, a partir das 20h, no Teatro do Sesc. Os ingressos, à venda na bilheteria do Sesc, custam R$ 15 (inteira), R$ 7,50 (usuário inscrito no Sesc e dependentes, maior de 60 anos, professor da rede pública de ensino, estudante com comprovante, aposentadoe pessoa com deficiência) e R$ 3 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado e dependentes).

É o terceiro ano em que a Mostra ganha uma itinerância pelo estado e mais uma vez a cidade de Santos é privilegiada em receber uma programação de longas inéditos e premiados internacionalmente. Além de dez filmes exibidos no Sesc Santos, que incluem mais de vinte produções percorrerão também o Cine Roxy 4, do Pátio Iporanga, e o Cine Arte Posto 4, na praia. Na programação, obras como “O Grande Mestre”, de Wong Kar Wai, o nacional “O Lobo Atrás da Porta”, de Fernando Coimbra, entre outros.

Sobre o filme “3x3D”

JUST IN TIME-Greenaway 12

Dois pesos pesados do cinema (Greenaway e Godard) se juntam ao prolífico, mas menos conhecido cineasta português Edgar Pêra para compartilhar com o público, em três histórias centradas na cidade portuguesa de Guimarães (um lugar com mais de 2.000 anos), uma reflexão inteligente, provocativa e, às vezes, terrivelmente correta a respeito da nova febre nos cinemas, o 3D.

Dividido em três segmentos, o filme se inicia com Just in Time, produção que mostra a visão atordoante de Greenaway ao contar em aproximadamente 16 minutos, os 2 mil anos de história daquela cidade. Tudo feito em um único shot através de um percurso circular demarcado entre a Praça da Oliveira, a igreja da Senhora da Oliveira e os claustros do Museu Alberto Sampaio. Durante esse percurso, figuras, feitos e fatos relacionados à história do município surgem na tela, mostrando desde os tempos mitológicos até o começo do século XX.

Na sequência está The Three Disasters, quando Godard propõe uma montagem com meta-cinema, legendas, narração do próprio diretor e materiais de arquivos, que acompanham a história da humanidade e do próprio cinema além de suas representações e construções. Aqui, ele nos apresenta a uma jornada pela história do cinema e questiona o futuro nos reserva caso o 2D venha a tornar-se obsoleto.

O terceiro e último segmento, Cinesapiens, é realizado pelo português Edgard Pêra, no qual o cineasta propõe um ensaio que foca na história do espectador inserido em um ambiente que se divide entre o fantástico e a ficção científica. Para tanto, Pêra usou um grupo de espectadores dentro de um cinema em Guimarães. O diretor propõe um filme-alegoria que reflete a respeito da evolução da percepção e recepção do cinema pelos espectadores..

Em “3X3D”, o que os três cineastas conseguem é um meio de usar a estética de modo à realmente beneficiar a ideia ou a história, além de confrontar uma audiência que pode estar dessensibilizada. Eles conseguem criar um novo olhar para a terceira dimensão.

Os diretores

Peter Greenaway: Nasceu na cidade de Newport, no País de Gales, em 1942. Foi pintor e depois atuou como montador de cinema. Dirigiu longas como “Afogando em Números” (1988), “O Cozinheiro”, “O Ladrão, sua Mulher e o Amante” (1989) e “O Livro de Cabeceira” (1996).

Jean-Luc Godard: Nasceu em 1930 em Paris. Consagrou-se como um dos principais expoentes da nouvelle vague. Revolucionou o cinema já com seu filme de estreia, “Acossado”, em 1959. Diretor de filmes como “Passion” (1982), “Masculino-Feminino” (1966) e “Fim Socialisme” (2010).

Edgard Pêra: Nasceu em Lisboa em 1960. Depois de formar-se pela Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC), dirigiu videoclipes para bandas de rock portuguesas. Diretor de filmes como “Vida e Obra de Cassiano Branco” (Tv,1991), “O Barão” (2011) e “Visões de Madredeus” (2012).

Abertura – itinerância da Mostra Internacional de Cinema de SP em Santos: sessão do filme 3X3D
Teatro do Sesc Santos – Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida
Terça-feira, 5 de novembro, 20h
Ingressos: R$ 3, R$ 7,50 e R$ 15.

Programação de filmes da Mostra exibidos no Sesc Santos:

Jackie

As irmãs gêmeas Sofie e Daan foram criadas por seus dois pais. Quando elas recebem um telefonema inesperado dos Estados Unidos de sua até então desconhecida mãe biológica, Jackie, elas embarcam numa jornada que modifica tudo o que acreditavam ser verdade. A viagem com a estranha e desajustada Jackie mudará a vida de Sofie e Daan para sempre.  Direção : Antoinette Beumer. 2012. Color, digital, 96 min. Ficção. Holanda, EUA.
Livre
R$ 15,00  R$ 7,50  R$ 3,00
06/11. Quarta, às 18h, Auditório.


Bwakaw

René é um velhinho gay mal-humorado que vive sozinho e só tem como companhia um cachorro vira-lata chamado Bwakaw. Ele saiu do armário há apenas pouco tempo e insiste em reescrever seu testamento para redistribuir seus pertences aos “amigos”. Enquanto evita ter que lidar com o caixão que comprou em promoção anos antes e que fica no seu sítio, ele é obrigado a procurar a ajuda de outras pessoas quando Bwakaw fica doente.  Direção e roteiro: Jun Robles Lana. 2012. Cor, digital, 110 min. Ficção. Filipinas. (Foto: Divulgação).
Não recomendado para menores de 14 anos.
R$ 15,00  R$ 7,50  R$ 3,00
06/11. Quarta, às 20h, Auditório.

Run & Jump

Vanetia reconstrói sua vida depois que seu marido sofre um derrame que muda sua personalidade. Entra em suas vidas o pacato pesquisador americano Ted Fielding, que fica hospedado com eles durante dois meses para documentar o processo de recuperação do casal. Inicialmente, Venetia não se sente bem sendo estudada, mas logo começa a se acostumar com Ted. Uma nova família começa nessa história de amor nada convencional.  Direção: Steph Green. Irlanda, Alemanha. 2013. Cor, ficção, 102 min. (Foto: Divulgação).
Não recomendado para menores de 14 anos.
R$ 15,00  R$ 7,50  R$ 3,00
07/11. Quinta, às 18h, Auditório.

La Jaula de Oro

Juan, Sara e Samuel, três adolescentes das favelas da Guatemala, tentam viajar para os EUA em busca de uma vida melhor. Em sua jornada pelo México, eles conhecem Chauk, um índio de Chiapas que não fala espanhol. Viajando em trens de carga e caminhando sobre os trilhos dos três, eles logo terão que encarar uma dura realidade.  D  ireção: Diego Quemada-Díez. 2013. Cor, digital, 102 min. Ficção. México. (Foto: Divulgação).
Não recomendado para menores de 14 anos.
R$ 15,00  R$ 7,50  R$ 3,00
07/11. Quinta, às 20h, Auditório.

Dark Blood
Boy, um jovem viúvo de descendência indígena, mora num deserto contaminado por testes nucleares. Nesse lugar desolado, rodeado por bonequinhos “katchina” que a população indígena acredita possuírem poderes mágicos, ele aguarda o fim do mundo. De repente, seu refúgio é invadido por Harry e Buffy, um casal tentando salvar seu relacionamento com uma segunda lua-de-mel. Quando o carro deles quebra no meio do nada, Boy oferece ajuda. Querendo partir para um mundo melhor com Buffy, ele começa a tratá-los como prisioneiros. O diretor George Sluizer rodou o filme em 1993, mas o projeto ficou inacabado após a morte do ator principal, River Phoenix, sendo concluído apenas agora.  Direção e roteiro: George Sluizer. 2012. Color, digital, 86 min. Ficção, EUA, Reino Unido, Holanda. (Foto: Divulgação).
Livre
R$ 15,00  R$ 7,50  R$ 3,00
08/11. Sexta, às 18h, Auditório.

A Montanha Matterhorn
Fred tem 54 anos e mora sozinho. Ele anda pela cidade de ônibus, frequenta a igreja e janta vagem com carne e batatas todos os dias, às 6 horas em ponto. Um dia, Theo entra na vida de Fred e transforma sua rotina. Influenciado pelo estranho, Fred começa a se desprender e passa a explorar um mundo maior.  Direção e roteiro: Diederik Ebbinge. 2013. Cor, digital, 87 min. Ficção. Holanda. (Foto: Divulgação).
Livre
R$ 15,00  R$ 7,50  R$ 3,00
08/11. Sexta, às 20h,  Auditório.

Marina

Itália, 1948. O jovem Rocco cresce na Calábria, até que um dia seu pai Salvatore decide ir para a Bélgica, onde luta para ganhar dinheiro trabalhando numa mina de carvão. Logo, ele manda buscar a família. Do dia para a noite, Rocco vira um imigrante e tem que lidar com a nova situação. Rocco quer ser como os outros jovens, quer tornar-se alguém e ter um propósito na vida. Contra a vontade de seu pai, ele encontra um escape na música e no amor. Baseado nas memórias de infância do cantor ítalo-belga Rocco Granata.  Direção: Stijn Coninx. 2013. Cor, digital, 118 min. Ficção. Bélgica, Itália. (Foto: Divulgação).
Não recomendado para menores de 16 anos
R$ 15,00  R$ 7,50  R$ 3,00
09/11. Sábado, às 20h, Auditório.

Centro Histórico
Este longa-metragem coletivo celebra a cidade de Guimarães, no norte de Portugal. Que histórias tem para nos contar a cidade que viu nascer o Reino de Portugal? A resposta a esta pergunta nos é sugerida através de segmentos de quatro renomados realizadores: Manoel de Oliveira (O Conquistador Conquistado), Aki Kaurismaki (O Tasqueiro), Pedro Costa (O Lamento da Vida Jovem) e Victor Erice (Vidros Partidos).
Livre.

R$ 15,00  R$ 7,50  R$ 3,00
10/11. Domingo, às 11h, Auditório.

Meteora

Nas planícies aquecidas da Grécia central, monastérios ortodoxos elevam-se acima de pilares de arenito, suspensos entre o céu e a terra. O jovem monge Theodoros e a freira Urania dedicaram suas vidas aos estritos rituais e costumes de sua comunidade. Um afeto que cresce entre eles coloca suas vidas monásticas em risco. Divididos entre a devoção espiritual e o desejo humano, eles devem decidir que caminho devem seguir.  Direção: Spiros Stathoulopoulos. 2012. Cor, digital, 81 min. Ficção. Alemanha, Grécia. (Foto: Divulgação).
Não recomendado para menores de 14 anos.
R$ 15,00  R$ 7,50  R$ 3,00
10/11. Domingo, às 14h, Auditório.

Cães Errantes

Um pai e seus dois filhos vagueiam como marginais em Taipei. Eles andam pelos rios e matas da periferia e pelas chuvosas ruas da cidade. De dia, o pai tenta ganhar algum dinheiro como outdoor humano de apartamentos de luxo, enquanto seus filhos buscam amostras grátis de comida em supermercados e shoppings. Toda noite, a família se abriga num prédio abandonado. O pai está estranhamente fascinado pelo mural que enfeita a parede da casa improvisada. No seu aniversário, a família recebe a companhia de uma mulher. Será que ela pode ser a chave para desenterrar emoções do passado? Direção: Tsai Ming Liang. 2013, cor , digital, 138 min. Ficção. Taiwan, França. (Foto: Divulgação).
Não recomendado para menores de 18 anos.
R$ 15,00  R$ 7,50  R$ 3,00
10/11. Domingo, às 16h, Auditório.

O CineZen é um site independente sobre cinema, DVD e Blu-ray, TV e eventualmente literatura, quadrinhos, teatro, música e artes plásticas, lançado em 29 de março de 2009. Tem o objetivo de informar, analisar obras e cobrir eventos dessas áreas (com atenção para a Baixada Santista), prestar serviços e atuar no incentivo ao cinema nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *