Seja Abençoado, Rio de Janeiro

Jornada Mundial de Juventude em Colonia, 2005
Jornada Mundial de Juventude em Colonia, 2005

Sou carioca. Pronto, já podem me julgar dizendo que minha cidade é um lugar péssimo de se morar quando comparamos todo sua beleza com altos índices de criminalidade, falta de segurança, leviandade do poder público – que costumam disfarçar toda essa deficiência com investimentos espaciais em publicidade, que seriam muito mais bem gastos se investissem em setores públicos com essa carência.

Mas, desta vez, não foram meus compatriotas que julgaram minha cidade. Foi uma galera bacana, de Deus, da Conferência de Bispos da Alemanha. O alto clero recomenda que menores de 18 anos não venham à Jornada Mundial da Juventude, que ocorrerá na Cidade Maravilhosa de 23 a 28 de julho de 2013.

Além de ser caro morar aqui, é violento. Concordo. É só falar em gringo que o povo já se alvoroça. Vítimas à vista. A galera vai ao delírio. Dólar? A gente bate palma e solta fogos!

Segundo dados, a guerra ao tráfico no RJ já matou mais do que nos conflitos no Oriente Médio. E continuamos  quebrando nosso próprio recorde a cada ano que passa. Esse ainda não acabou. A gente corre atrás do prejuízo. Sem problemas.

O tráfico não é o único Bicho Papão das terras da mulata. Corrupção também. Mas o governo é tão corrupto, que veda os olhos. A justiça é cega e pende a balança para um único lado. Leis do RJ. A polícia é corrupta. Servidores públicos, blá blá blá. Claro que não a totalidade deles, de forma alguma. O vírus se expande rápido no organismo maculado. Brasil é um espelho de todos os problemas regionais, estaduais, municipais…

Sem contar que, há poucas semanas, um casal de alemães ficou detido numa van e a moça foi estuprada. Aconteceu na Zona Sul carioca. O lugar mais civilizado da cidade. Solução? Impedir a circulação do transporte alternativo. Bate palmas. A prefeitura é genial!

Eu não faria diferente da Conferência. Mas teria a decência, se fosse prefeito da cidade, de recusar a oferta, muito obrigado. Desmotivar a juventude que, ao mesmo tempo é incentivada a “fazer discípulos entre todas as nações” soa contraditório. Os entendo.

O catolicismo sempre fez tudo para angariar fiéis.Os jovens de hoje são os papas de amanhã . Se morrerem, é déficit. Mas errar é humano. Melhor rezar pelos problemas da cidade e por tudo nos colos de Deus. O cara é gente boa. Ele resolve. Daqui a 15 dias eles se retratam.

Foi colunista da extinta revista digital Acerto Crítico, do ano de 2000 até seu término em 2006. Foi colunista fixo dos blogs Jovem Repórter e CulturaNI , onde abordava cultura pop, música, cinema e cotidiano cultural da Baixada Fluminense. Escreve contos no seu blog pessoal “Se Nada Mais Der Errado”. Colabora com o CineZen desde 2010. É roteirista por formação – e, por orgulho – da HQ “Cotidiano”, pela editora “Maustouche”. Escreveu o roteiro dos curtas-metragens ” Ainda bem que estamos aqui” e ” Se nada mais der errado”. É autor de “Pequenos botões e grandes blusas”, distribuído digitalmente de forma gratuita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *