A Vez da Poderosa

Larissa de Macedo Machado. Conhece? Não? Deveria. Esse é o nome de Anitta (que  antes adotava o nome artístico, com o prefixo clássico de funkeiros, MC Anitta). Mudou pelo marketing.  Se destaca da maioria. Revoluciona. Já chega causando… Segundo a moça , o nome é inspirado na protagonista da  minissérie global Presença de Anitta. “Anitta conseguia ser sexy sem ser vulgar”, disse a moça. Inspiração. Dá uma olhada se não faz sentido.

Fotos_Mc_Anitta_Cantora_de_funk_3
26

Começou cantando na igreja. Aos 17 ganhou o prêmio Revelação do Funk. Talento prodígio.

Aos 21 ,  foi de estagiária da Vale do Rio Doce para sex symbol nacional com a  velocidade 5 do – falecido? – MC Créu. A Warner alavanca a  moça contratando Juliana Donato, a maior e única coreógrafa especialista em Beyoncé no Brasil. Investimento pesado.

mcFunk Melody, agora, além de ser bonitinho, falar de amor, e não da violência nas favelas cariocas, tem coreografia. Isso rendeu à moça o status de Beyoncé brasileira. Não vendeu nem um  terço dos discos  da morena norte-americana. Nem tem  metade do carisma, talento ou desenvoltura de palco.

Mas a menina é bonita. Faz quadradinho de  4, de 8. Provoca. Tudo na medida. Do jeito que a macharada gosta. Tem como não dar certo?

Foi colunista da extinta revista digital Acerto Crítico, do ano de 2000 até seu término em 2006. Foi colunista fixo dos blogs Jovem Repórter e CulturaNI , onde abordava cultura pop, música, cinema e cotidiano cultural da Baixada Fluminense. Escreve contos no seu blog pessoal “Se Nada Mais Der Errado”. Colabora com o CineZen desde 2010. É roteirista por formação – e, por orgulho – da HQ “Cotidiano”, pela editora “Maustouche”. Escreveu o roteiro dos curtas-metragens ” Ainda bem que estamos aqui” e ” Se nada mais der errado”. É autor de “Pequenos botões e grandes blusas”, distribuído digitalmente de forma gratuita.

3 thoughts on “A Vez da Poderosa

  1. Não sei se atribuiria o sucesso à Anitta apenas por cair nas graças fetichistas da “macharada”. A maioria esmagadora dxs fãs da moça que conheço é de mulheres. Parto da premissa que seu sucesso é a mistura na dose certa que a galera empenhada em seu marketing conseguiu da sexualidade com letras que fazem sentido para as mulheres. Canções sobre ser uma “poderosa” é o que alavanca Anitta, com tantos sentidos de poder que podemos lhe atribuir.
    E só para não deixar passar, essa Anitta pode ser sensual como for, mas nunca será como a Anita cuja presença nunca esquecerei. A inspiração é totalmente válida, mas a comparação chega a ofender minha infância. rs

  2. Anitta é o Naldo dentre as mulheres.
    O funk vem passando por uma curva e ganhando outras caras.
    A música de ambos não é proibidão, melody, romântico, mas é sucesso.

    Isso é a evolução agindo.
    Vamos ver muito disso ainda acontecendo, não só no funk. Sorte de quem explora a música, e azar dos conservadores.

  3. O trabalho de Marketing em cima da morena é , sem dúvida, no mínimo, genial. Além de alcançar as mulheres com seu discurso de bandeira feminista de mulher que comanda e não é comendada, também atinge aos homens que babam com a libido à flor da pele com as coreografias mais que sensuais da moça.

    Obrigado por acrescentar com seu comentário , Poema!
    Grande abraço! Volte sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *