Homem de Ferro 3: o meio-termo da Marvel no cinema

Homem-de-Ferro-3-23abr2013-01

Quando o Marvel Studios surgiu e divulgou que seu primeiro trabalho seria com o Homem de Ferro, até então um herói do segundo escalão na editora, pessoas torceram o nariz. Quando foi anunciada a contratação de Robert Downey Jr. – ator que vinha de uma série de problemas pessoais, incluindo prisão e brigas -, mais pessoas duvidaram da trajetória da Casa das Ideias nas telonas. Cinco anos depois, a Marvel não só foi comprada pela Disney e provou ser possível conceber um universo interligando diversas histórias, como Downey Jr. se transformou em astro de blockbusters, estrelando outra franquia bem sucedida comercialmente, “Sherlock Holmes’’, como o Homem de Ferro se tornou o herói de maior apelo entre aqueles utilizados pela Marvel ao levar seu universo ao cinema. Não à toa, o astro recebeu US$ 50 milhões pelo trabalho em ”Os Vingadores”. Um baita negócio.

‘’Os Vingadores”, por sinal, é a maior bilheteria da história quando o assunto é filme baseado em gibis. Assim, a missão de Homem de Ferro em seu terceiro longa solo não é apenas derrotar o Mandarim e satisfazer a namorada. É manter o grande nível de arrecadação do estúdio (levando em conta a venda de bonequinhos e todo o merchandizing), repetir um certo padrão de qualidade estabelecido pelos projetos da marca, concluir de forma satisfatória a trilogia e ainda deixar espaço para referências ao Universo Marvel e pontas para a continuação de tudo isso. Ou seja, são muitos objetivos que vão além do ‘’fazer’’ cinematográfico. O que prejudica a trama – e a franquia ganha novo diretor, Shane Black (‘’Beijos e Tiros’’).

Homem-de-Ferro-3-28Fev2013_02Após os eventos de ‘’Os Vingadores’’, Tony Stark se torna um homem recluso, tem crises de ansiedade e, para matar o tempo, não para de trabalhar e aperfeiçoar suas armaduras. A relação com Pepper Potts (Gwyneth Paltrow) continua, só que um novo vilão atrapalha tudo: o Mandarim (Ben Kingsley), terrorista que realiza vários atentados e desafia o presidente dos Estados Unidos. Num dos ataques, o segurança e amigo de Stark, Happy Hogan (o diretor dos filmes anteriores, Jon Favreau), é ferido gravemente, o que faz da jornada do herói algo pessoal, tal qual Capitão Nascimento em ‘’Tropa de Elite 2’’. Além disso, o protagonista precisa enfrentar um sujeito (Guy Pierce) que detém uma nova tecnologia e um antigo affair (Rebecca Hall).

Dos objetivos citados acima, o filme tem tudo para sair-se bem financeiramente e até um garotinho aparece visando atrair o público mirim. Não faltam cenas espetaculares, que incluem várias armaduras novas e farão a alegria dos fãs de HQs. Shane Black também tenta impor seu jeitão de filmar: a câmera mais próxima da ação, por vezes tresloucada, sequências grandiosas à maneira de ‘’Os Vingadores’’. E o diretor teve em mãos um roteiro até mais ambicioso que os anteriores: o texto adapta com certa fidelidade o arco ‘’Extremis’’ dos quadrinhos, dá mais espaço à Pepper Potts na história, à figura humana de Tony Stark, e leva ao espectador uma metáfora interessante, sobre o uso da mídia a favor de interesses do sistema, que remete ao cult “Mera Coincidência’’ (de 1997, dirigido por Barry Levinson). Detalhar mais é impossível.

No entanto, o resultado traz à tona vários furos, não só desse roteiro de forma isolada, como dentro da franquia Marvel. Informações do primeiro filme são jogadas no lixo, há falta de ritmo e piadas que ficam no intuito.

Ter efeitos visuais competentes é obrigação. E o carisma de Robert Downey Jr. é conhecido e comprovado. O restante do elenco é irregular: enquanto Ben Kingsley é sempre envolvente, divertido, Guy Pierce cai na caricatura. Gwyneth Paltrow é ok e Rebecca Hall não tem muito o que fazer.

Os fãs de quadrinhos vibrarão nos momentos que remetem às HQs e reclamarão do tratamento dado a certo personagem. Os fãs da Marvel veráo poucas referências ao Universo da editora. E o público geral talvez não sinta tanto os problemas da história e saia feliz da sala. Porém, depois de uma trilogia como a do ‘’Batman’’, de Christopher Nolan, que transcendeu o gênero, e mesmo de ‘’Os Vingadores’’, aventura muito bem dosada, este ‘’Homem de Ferro’’ se empalidece, tornando-se mais divertido que o anterior e menos coeso que o primeiro. Como produto de ação e aventura que envolve armaduras e robôs, não é boçal a exemplo de um ‘’Transformers’. Como produto de ação e espionagem está longe do equilíbrio e do charme de um James Bond (as comparações com 007 neste são inevitáveis). Nem a cena pós-créditos traz alguma informação relevante sobre o que virá a seguir no Universo Marvel. Para pegar a pipoca e digerir rapidinho e deixar-se levar por Robert Downey Jr.. Esperava-se mais.

PS: O autor deste texto é fã de quadrinhos e gosta dos filmes da Marvel.

homem-de-ferro-3-poster-brasilHomem de Ferro 3
Ação. 2013. De Shane Black. Com Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow, Ben Kingsley, Guy Pierce, Rebecca Hall, Jon Favreau, Don Cheadle.
130 minutos.

Estreia no Brasil: 26/04/2013. 

André Azenha
Jornalista por formação, crítico de cinema, produtor cultural, pesquisador, curador, assessor de imprensa. Criou o CineZen em 2009. Colaborou com críticas semanais nos jornais Expresso Popular e quinzenais no jornal A Tribuna. Colabora semanalmente com a Rádio Santos FM. Escreveu entre 2012 e 2017 para o blog Espaço de Cinema no G1 Santos. Criador e coordenador do Santos Film Fest - Festival Internacional de Filmes de Santos, CulturalMente Santista - Fórum Cultural de Santos, Nerd Cine Fest e PalafitaCon. Em 2016 publicou o livro "Histórias: Batman e Superman no Cinema". Já colaborou com sites, revistas e jornais de diversas partes do país. Realizou 102 sessões de um projeto de cinema itinerante. Atualmente participa do projeto Hora da Cultura, pela Secult Santos, levando sessões de filmes e bate-papos às escolas da rede municipal. Mestrando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi. Escreveu sobre cinema para sites, jornais e revistas de Santos, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Limeira e Maceió. www.facebook.com/andreazenha01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *