The Newsroom: Roteirista de A Rede Social critica apatia da imprensa, hipocrisia e conservadorismo políticos

Will McAvoy (Jeff Daniels de “A Lula e a Baleia”) é um conceituado âncora do canal de notícias da tevê a cabo ACN Network. Uma das maiores “virtudes” do seu trabalho é não meter o dedo em qualquer ferida que seja, o que o leva a não expor suas ideias da maneira como gostaria. Porém, nem sempre foi assim, antes ele era um combativo membro da imprensa, exercendo funções até em áreas políticas. A série “The Newsroom” que a HBO está exibindo, começa exatamente nesse ponto.

Criada pelo premiado Aaron Sorkin, roteirista ganhador do Oscar por “Rede Social” e criador também da boa série “West Wing: Nos Bastidores do Poder” – que teve sua última temporada exibida em 2006 – “The Newsroom” captura seu personagem principal em um momento de ruptura. Em um debate para universitários feito em conjunto com republicanos e democratas, Will McAvoy chuta o balde quando é perguntado sobre “o que faz dos Estados Unidos o melhor país do mundo?”

Ao destrinchar inúmeros motivos que desdizem os Estados Unidos como o melhor país do mundo, o âncora dá um show que logo ganha a internet e os noticiários, causando um rebuliço danado que o obriga a tirar férias imediatamente para se recuperar e botar panos quentes na desmedida atuação. Ao voltar, encontra como produtora a ex-namorada Mackenzie MacHale (Emily Mortimer de “Harry Brown”), uma imposição do chefe Charlie Skinner (Sam Waterson de “Lei e Ordem”) que mudará tudo.

Com MacHale no comando, o programa ganha muito em consistência e faz Will McAvoy retornar aos seus comentários críticos e impor notícias bem analisadas, distante do foco fútil dos concorrentes. Inserindo a trama inicialmente em 2010, Aaron Sorkin se utiliza gradualmente de fatos reais como a explosão de uma plataforma de petróleo no golfo do México, o assassinato de Osama Bin Laden pelas forças especiais dos USA e até mesmo sai no braço com o movimento republicano do Tea Party (mais aqui).

Com essa guinada o programa causa preocupações na diretoria da rede que administra o canal ACN, que vê seus rabos presos serem soltos e partem também para uma ofensiva contra o seu reformado funcionário. De pano de fundo está exposta a vida daqueles que fazem o noticiário, como Maggie Jordan (a excelente Alison Pill de “Scott Pilgrim Contra o Mundo”) e Neal Sampat (Dev Patel de “Quem Quer Ser Um Milionário?), entre outros achados como Jane Fonda no papel da presidente da empresa.

Programada para 10 episódios na primeira temporada, “The Newsroom” expõe novamente as habilidades de Aaron Sorkin como formatador de boas histórias e mesmo pendendo politicamente para um lado visível e sem fazer contrapartida na outra extremidade, produz ótimos resultados ao importunar de uma tacada só o conservadorismo e hipocrisia política, a apatia da imprensa nos nossos dias, como também o papel de cada um dentro da engrenagem de funcionamento de um país.

Adriano Mello Costa, apaixonado por Cultura Pop, mantêm o Coisa Pop há cinco anos, filho bastardo do antigo Cultura Direta, que hoje hiberna tranquilamente. Acha o R.E.M a melhor banda do mundo (depois dos Beatles, lógico). É viciado em cervejas escuras, pães e bandas de rock com mulheres no vocal. No mais, acredita que tudo pode sempre ser melhor do que já é...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *