Estamira encerra ciclo A Saúde Mental no Cinema

Em 10 de outubro aconteceu o Dia Mundial da Saúde Mental. Tendo em vista a data e o fato de que ainda há muitas dúvidas e mitos referentes a como lidar com situações limites, quem procurar e/ou como proceder, o Pólo de Atenção Intensiva em Saúde Mental da Baixada SantistaPAI BS, a Associação Projeto TAMTAM e o site CineZen decidiram promover o ciclo “A Saúde Mental no Cinema”.

A iniciativa, com apoio cultural da Vídeo Paradiso, tem exibido, desde o dia 13, filmes que abordam diferentes tipos de transtornos mentais, seguidos por bate-papo com os Psiquiatras Dr. Sidney Gaspar e Dr. Fernando Venturini, o criador do Projeto TAMTAM, Renato Di Renzo, e o editor do CineZen, André Azenha.

O documentário “Estamira” encerra o projeto na terça-feira, 25, 19h30 no Café Teatro Rolidei. O encontro é aberto ao público geral e pede-se a gentileza da doação de um brinquedo novo que integrará a ação “Na Trilha do Noel”, realizada pela ONG TAMTAM há 11 anos.

SERVIÇO:
Ciclo A Saúde Mental no Cinema – Estamira
Quando:
– 25 de outubro (terça), 19h30
Onde: Café Teatro Rolidei – Avenida Senador Pinheiro Machado, 48, 3º piso do Centro de Cultura Patrícia Galvão, Vila Mathias, Santos
Entrada: Um brinquedo novo em prol do projeto “Na Trilha do Noel”, da ONG TAMTAM
Mais informações: www.cinezen.net ou 13 9744-3726, com André Azenha


ESTAMIRA (2004)
Estamira viveu e trabalhou mais de 20 anos no Aterro Sanitário de Jardim Gramacho, um local que recebe diariamente mais de 8 mil toneladas de lixo da cidade do Rio de Janeiro. Com um discurso filosófico e poético, Estamira analisa questões de interesse global. Premiado em festivais de Miami, Havana, Londres e na Mostra Internacional de São Paulo. Direção: Marcos Prado. Documentário. 115 minutos.

Sobre os debatedores:

Dr. Sidney Gaspar: Médico psiquiatra, psicodramatista, Mestre em Neurociências e Comportamento pela Universidade de São Paulo – USP, professor de Psiquiatria Médica da UNIMES e Diretor Clínico do Pólo de Atenção Intensiva em Saúde Mental da Baixada Santista.

Dr. Fernando Venturini: Nascido em São Paulo, médico psiquiatra formado na PUC-Sorocaba, com Especialização no Hospital dos Servidores Públicos do Estado de São Paulo e Título de Especialista pela Associação Brasileira de Psiquiatria / Associação Médica Brasileira. Médico psiquiatra do Núcleo de Atenção Psicossocial IV (Prefeitura de Santos) e médico-assistente do Pólo de Atenção Intensiva em Saúde Mental da Baixada Santista.

Renato Di Renzo: Nasceu em Santos e se mudou para São Paulo logo após concluir o ginásio para estudar artes plásticas, assunto que o interessava desde a infância. Foi no extinto colégio IAD que começou a desenvolver e aperfeiçoar seu talento nas artes. Imerso nesse novo mundo, passou a estar em contato com grandes profissionais da área, foi quando recebeu o convite para frequentar os laboratórios do Teatro Oficina com Zé Celso Martinez Correa, Renato Borghi, Ítala Nandi e Antônio Pedro. Formado em Arte e Pedagogia pela FAAP, passou a promover núcleos de teatro e expressão em periferias, ministrar aulas em escolas e expor seus trabalhos. O convite para voltar a Santos fazendo arte com os ditos ‘excluídos’ foi uma proposta irrecusável. Renato Di Renzo foi convidado para trabalhar com teatro e arte na Casa de Saúde Anchieta, hospital psiquiátrico que sofreu intervenção municipal em 1989, por denúncias de maus tratos e morte de internos. Foi nesse momento que surgiu o Projeto TAMTAM, que mais tarde viria a se tornar referência da luta antimanicomial no mundo inteiro. Com seu trabalho pioneiro, Di Renzo ministra palestras em universidades, congressos e encontros e presta consultorias para diversas iniciativas nas áreas de educação, artes e saúde mental por todo o país. Além disso, o projeto é fonte de pesquisa para teses de graduação, mestrado e doutorado de faculdades de pedagogia, comunicação e psicologia de várias universidades brasileiras

André Azenha: Jornalista, crítico de cinema, editor do www.cinezen.net, é formado em Roteiro pela Escola de Cinema de São Paulo. Foi repórter e colunista de sites, revistas e jornais de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Alagoas. Desde 2007 é repórter da Veja Litoral Paulista. Em 2008, publicou seu primeiro livro, “Poesia a Quatro Mãos”, escrito em parceria com sua mãe e poetisa Regina Azenha. Trabalhou com o crítico de cinema Rubens Ewald Filho entre 2008 e 2009. Em 2011, fez críticas de filmes para a revista Época São Paulo. No mesmo ano, passou a assinar colunas semanais no portal do Curta Santos e no Jornal da Orla. Mediou o ciclo Documentários Comentados, no Sesc Santos. Participa de e organiza ciclos de cinema e eventos culturais. Colabora com a revista literária Mirante e o Clube de Poetas do Litoral. Também é assessor de imprensa: atuou em agências de comunicação de São Paulo de 2008 a 2011, atendendo clientes das áreas de negócios, terceiro setor, poder público, transporte, cultura, saúde, tecnologia da informação, entre outros. Em 2009, assessorou a Feira Música Brasil, maior evento do gênero na América Latina, ocorrido no Recife. Criou o CineZen em março de 2009 e no ano seguinte passou a organizar do “CineZen Convida”, com o objetivo de estimular a discussão e a produção cultural. Escreve também no blog pessoal www.andreazenha.com. Contato: editor.cinezencultural@gmail.com e 13 9744-3726.

Sobre as instituições organizadoras do ciclo:

PAI BS: O Pólo de Atenção Intensiva em Saúde Mental da Baixada Santista – PAI BS é uma unidade psiquiátrica de internação breve que objetiva garantir ao indivíduo portador de transtorno mental em quadro agudo, tratamento intensivo, eficaz e atendimento de excelência. O PAI BS disponibiliza aos usuários e seus familiares um suporte transdisciplinar em uma estrutura humanizada e segura, visando a reinserção social. A unidade é referência para os nove municípios da Baixada Santista.

Associação Projeto TAMTAM: A ONG existe há 22 anos e trabalha fundamentalmente arte, inclusão e diversidade, potencializando qualidade de vida e saúde mental coletiva, por meio do teatro, dança, capoeira, reciclagem, literatura e comunicação. Atualmente, atende 150 beneficiários gratuitamente, dos cinco aos 70 anos, com e sem deficiência, distúrbios e/ou qualquer tipo de déficit/sofrimento mental. A ONG desenvolve suas ações no espaço sócio-cultural e educativo Café Teatro Rolidei, que funciona no terceiro piso do Teatro Municipal de Santos. Mais em www.tamtam.art.br.

CineZen: Site independente sobre cinema, DVD e Blu-ray, TV e eventualmente literatura, quadrinhos, teatro, música e artes plásticas, lançado em 29 de março de 2009. Tem o objetivo de informar, analisar obras e cobrir eventos dessas áreas (com atenção para a Baixada Santista) e prestar serviços. Semanalmente publica críticas das estreias de cinema e lançamentos em home vídeo, desde filmes contemporâneos até clássicos e cults. Tem  colaboradores de Santos, São Paulo, Santa Catarina, Recife e em 2010 firmou parceria com a Cinemaki, rede social para a discussão de cinema, com membros do Brasil, Argentina, Chile, México, Colômbia, Peru, Venezuela, Espanha, Índia, Estados Unidos e Reino Unido. Atualmente conta com 56 mil acessos únicos mensais. Também presta serviços de produção cultural e assessoria de comunicação. Pode ser acessado pelos endereços www.cinezen.net ou www.cinezencultural.com.br. Contatos :editor.cinezencultural@gmail.com e 13 9744-3726.

Apoio cultural:

Vídeo Paradiso: Locadora que completou 20 anos de atuação em agosto de 2011, possui um acervo com mais de 17 mil títulos, entre DVDs, Blu-rays e fitas VHS. Tem sido parceira e apoiado projetos culturais da região, como da Cinemateca de Santos, Cineclube Lanterna Mágica, Oficinas Querô, cujos curtas são disponibilizados para locação gratuita, Sesc, Curta Santos e o CineZen. Mais em www.videoparadiso.com.br.

O CineZen é um site independente sobre cinema, DVD e Blu-ray, TV e eventualmente literatura, quadrinhos, teatro, música e artes plásticas, lançado em 29 de março de 2009. Tem o objetivo de informar, analisar obras e cobrir eventos dessas áreas (com atenção para a Baixada Santista), prestar serviços e atuar no incentivo ao cinema nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *