Alma pesada


Um homem, logo após falecer, foi resgatado por um anjo…

Então o homem pergunta ao anjo:

– Para onde você vai me levar?

O anjo com uma voz calma, responde:

– Vou levá-lo para ser pesado e de lá, você vai para o lugar que lhe é de merecimento!

O anjo pegou na mão do homem e, num piscar de olhos eles chegaram ao tal lugar…

Era um lugar quente e cheio de pedras no chão.

O anjo diz para o homem:

– Agora você fica aqui nesta fila e aguarda a sua vez para que lhe pesem e, enquanto isso, você não deve conversar com ninguém!

O homem faz o que o anjo pede e fica mais de horas naquela enorme fila!

Chegando perto de ser pesado, o homem nota que à sua direita tem várias pessoas de cabeça baixa, que pareciam muito tristes e, à sua esquerda, outras aparentando estar muito alegres. Notou também que uma grossa corda as separava. O homem muito curioso bate nas costas de um rapaz à sua frente e contrariando o pedido do anjo, pergunta:

– Ei, você por um acaso sabe por que as pessoas estão separadas e, umas tristes e outras alegres?

O rapaz então diz: – Não sei, mas vou perguntar para outra pessoa que está à minha frente!

Depois de uns segundos o rapaz volta com a resposta:

– Ei moço, eu descobri porque as pessoas estão separadas! Dizem lá na frente que, as pessoas leves são as que estão tristes, pois não pesam nada, creio que estas não

fizeram nada de bom e por isso estão leves e sabem que vão para um lugar ruim! As que estão pesadas, são as que estão mais felizes, isso quer dizer que essas vão para um lugar bom!
O homem agradece a informação e começa a pensar consigo mesmo: – Para o inferno eu não vou, preciso encontrar um meio de ficar mais pesado!

Ele então olha pra o chão e tem uma ideia: Se agacha e começa a pegar pedras do chão e colocá-las nos bolsos da calça e paletó! Quando sente que está mais ou menos num peso bom, ele para, pois se colocar muitas pedras, podem perceber que ele quis passar todos para trás!

Então passou mais umas duas horas naquela fila, até que chegasse sua vez de ser pesado…

Ele sobe na balança e o pesam!

Então uma voz que ele não sabia de onde vinha, dizia:

– Você vai para o lado esquerdo que é o lado dos mais pesados!
O homem comemora, sem deixar que percebam e vai para o lado indicado, onde os outros estão tranquilos, enquanto os da direita continuam aflitos!

Depois de mais algumas pessoas serem pesadas, não demora muito para aquela voz fazer o anúncio: – Pronto! Já pesamos todos que partiram da terra nestas últimas 24 horas, agora vou contar para onde vocês irão!

Então a voz continua: – As pessoas que estão à direita, irão todas para o céu, pois essas não têm peso algum, são pessoas de alma leve de pecados e, vocês da esquerda são os pecadores de alma pesada, vão todos para o inferno!

O homem entra em pânico e, num ato desesperado grita:

– Esperem, isso não é justo, em momento algum vocês nos explicaram

como funcionaria isso, todos da esquerda achavam que estariam livres por estarem pesados, pois o pesado tem mais valor e, como não disseram nada, eu com muito medo, como muitos aqui, enchi meus bolsos de pedras, pensando que ficando mais pesado eu estaria salvo, eu exijo que me pesem novamente!

Então a voz diz:

– Filho, você queria explicações, instruções de como seria? Nós já deixamos um Livro na terra contendo todas as explicações, ali tinha tudo que vocês  podiam e não podiam fazer e, agora você me chega aqui querendo mais instruções?

Continua a voz com seu sermão:  – Você quer ser pesado novamente?

Mas vou logo adiantando que, de nada valerá pesá-lo outra vez, pois a partir do momento que você  pegou as pedras no chão e as colocou nos bolsos, você cometeu um pecado gravíssimo, pois tentou enganar a todos aqui presentes!

Nascido em Guarulhos, São Paulo, escreve desde 2008, não tem influencias literárias, usa sempre suas próprias métricas e regras, escreve não para se tornar conhecido, mas sim para dividir seu conhecimento! Mais sobre sua obra no seu blog.

10 thoughts on “Alma pesada

  1. Pois é,poetinha,a mentira tem pernas curtas. Não vale a pena mentir.
    Parabéns! Achei excelente.
    Bjs

  2. Dispensa comentário P.JR ! é tudo tão perfeito
    tão bem elaborado… kkkk visto que nem tudo vale quanto pesa
    parabens meu lindo mais uma vez…bjs

  3. Bélíssimo texto PJ.. com um conteúdo bíblico e teologico que me fêz lembrar ..O rico abastado que tbm morreu e foi para inferno por ser avarento e com uma alma pesada demais ..E o outro o humide Lázaro que comia as migalhas que caia da mesa do rico…tambem morreu e foi para o seio de Abrão(Céu) e o rico pedia para que avisasem seus irmãos na terra pra não irem tbm para aquele lugar de tormento..porém abraão lhe disse´,lá tem Moizés e os profetas.

    abraços PJ

  4. É… Temos que nos mostrar do jeito que somos. Até conseguimos enganar as vezes, mas nunca pra sempre! Bom lembrar isto.
    Perfeito P. Júnior.

  5. Belo texto! tentar enganar a espiritualidade……
    nem pensar rsrsrs..
    muito bom!

  6. Um dia a máscara cai, não importa em qual situação.Gostei muito, poeta.Beeijoss

  7. Interessante P Júnior, pois podemos entender que a curiosidade nem sempre nos trás respostas, positivas, e que a trapaça nunca compensa, ótimo dia para vc 🙂

  8. Grande texto com um contexto verdadeiro. A verdade sempre permanece. Engana-se quem tenta enganar outrem. Mentira tem pernas curtas, mais cedo ou mais tarde ela aparece deixando suas marcas de decepção e tristeza. Uma valiosa lição de vida contida nesse texto. Valeu! Grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *