Cineastas repudiam novo pay-per-view

Peter Jackson é um dos diretores que assinou o protesto

Nesta quinta-feira, 21, a DirecTV lançará um serviço revolucionário chamado Home Premiere, que permite aos assinantes assistir filmes em casa apenas dois meses após a estreia nos cinemas, sem ter de esperar nem que eles saiam de cartaz. Cada longa sai US$ 30 nesse formato. O que parece bom para os clientes obviamente não agradou os profissionais da área.

Além da Associação Nacional dos Donos de Cinema , que se mostrou contra à medida, 23 cineastas de renome manifestaram repúdio ao novo sistema por meio de uma carta aberta. Segundo eles, os espectadores a simplesmente podem se acomodar e esperar para ver o filme em casa, deixando de ir ao cinema.

A carta, assinada pela “comunidade criativa que protege a experiência de ir ao cinema”, afirma que a janela atual (132 dias) funciona para todos na indústria e serve para fornecer uma experiência melhor ao espectador. Com o Home Premiere, é provável que aconteça uma diminuição drástica no rendimento da indústria, além do fechamento de muitas salas, aumento na pirataria e redução no financiamento para filmes.

“Como líderes da comunidade criativa, nós pedimos espaço nesta discussão. Queremos ouvir os planos dos estúdios sobre como esse novo modelo de distribuição pode afetar o futuro da indústria que amamos. Até que isso aconteça, pedimos que nossos parceiros não se apressem e comprometam o atual – e bem-sucedido – sistema de lançamento dos filmes (…) em sua melhor arena: os cinemas da América”, diz a carta assinada pelos seguintes cineastas: Peter Jackson, Michael Bay, Kathryn Bigelow, James Cameron, Guillermo del Toro, Roland Emmerich, Antoine Fuqua, Todd Garner, Lawrence Gordon, Stephen Gyllenhaal, Gale Anne Hurd, Karyn Kusama, Jon Landau, Shawn Levy, Michael Mann, Bill Mechanic, Jamie Patricof, Todd Phillips, Brett Ratner, Robert Rodriguez, Adam Shankman, Gore Verbinski e Robert Zemeckis.

O CineZen é um site independente sobre cinema, DVD e Blu-ray, TV e eventualmente literatura, quadrinhos, teatro, música e artes plásticas, lançado em 29 de março de 2009. Tem o objetivo de informar, analisar obras e cobrir eventos dessas áreas (com atenção para a Baixada Santista), prestar serviços e atuar no incentivo ao cinema nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *