Blake Edwards (1922-2010)

Blake Edwards recebeu Oscar honorário pelo conjunto da obra (29/02/2004)

Blake Edwards, diretor de sucessos como “Bonequinha de Luxo”, “Um Convidado Bem Trapalhão”, “A Pantera Cor-de-Rosa”, “Mulher Nota 10” e “Victor ou Victoria”, morreu na noite desta quarta-feira, aos 88 anos, nos Estados Unidos. O cineasta, que recebeu um Oscar pelo conjunto da obra, em 2004, não dirigia para o cinema desde 1995.

De acordo com o porta-voz Gene Schwan, nesta quinta-feira, Edwards faleceu após complicações provocadas pela pneumonia.

Com mais de 50 títulos entre roteiros, direções e produções, filmou com gente como Peter Sellers, Audrey Hepburn e Julie Andrews, o grande amor de sua vida, com quem se casou em 1969 e viveu junto desde então.

Trajetória

William Blake McEdwards nasceu em 26 de julho, em Tulsa, Oklahoma. Oriundo de uma família de profissionais do cinema e do teatro (seu avô, J. Gordon Edwards, por exemplo, foi diretor do cinema mudo, e seu pai, Jack McEdwards, diretor teatral e gerente de produção em cinema), começou a trabalhar logo cedo, como ator nos anos 40. Foi roteirista de rádio. Depois, junto com Richard Quine, escreveu sete filmes (quatro especialmente para Mickey Rooney).

Ficou famoso pelo talento para a realização de comédias que misturavam pastelão e tiradas inteligentes. Exemplos: “Um Convidado Bem Trapalhão” e a longa série “A Pantera Cor-de-Rosa” (ambos com Peter Sellers).

O diretor e sua esposa, a atriz Julie Andrews, em dois momentos

Passou a realizar filmes para sua esposa, Julie Andrews, acertando principalmente em “Victor ou Victoria”, que rendeu a ela uma indicação ao Oscar de melhor atriz.

Com a morte de Sellers, em 1981, não conseguiu rodar a “Trilha da Pantera Cor-de-rosa”, em 1982. Chegou a usar cenas com Sellers não aproveitadas das outras versões da Pantera Cor-de-Rosa, levando a família do astro a processá-lo. Ainda fez mais um filme da série, “A Maldição da Pantera-Cor-de-Rosa”.

Em 1986 dirigiu um filme autobiográfico, filmado em sua casa com a família: “That’s Life!”.

Também dirigiu na Broadway a versão de “Victor/Victoria”, sempre com Julie Andrews (gravado para a TV japonesa, foi lançado em 2000 no mercado de home vídeo).

O CineZen é um site independente sobre cinema, DVD e Blu-ray, TV e eventualmente literatura, quadrinhos, teatro, música e artes plásticas, lançado em 29 de março de 2009. Tem o objetivo de informar, analisar obras e cobrir eventos dessas áreas (com atenção para a Baixada Santista), prestar serviços e atuar no incentivo ao cinema nacional.

One thought on “Blake Edwards (1922-2010)

  1. Tive a felicidade de conhecer e conversar com Blake Edwards em New York, enquanto dirigia Julie Andrews, sua musa e esposa, no sucesso da Broadway Victor / Victoria.
    Blake revelou uma doçura que só esperava em Julie Andrews. Surpreendeu-me nesse aspecto, mas não em outros – o ótimo humor estava lá e minhas fotos comprovam seu alto astral.
    Infelizmente, Neste ano que foi fenomenal para Julie Andrews – O Fada do Dente, concerto para 16000 pessoas no O2 arena de Londres, best-seller do NYTimes, The Very Fairy Princess, Shrek para Sempre?, Meu Malvado Favorito, homenagens, incluindo de Oprah Winfrey, aos 45 anos de A Noviça Rebelde, homenageada no VH1 Gala de NY em novembro e indicada ao Grammy 2012 – ela sobre essa dolorosa perda em tempo de Natal.
    No mês passado, entrevistada por Rachel Ray ( a matéria pode ser vista no youtube), Julie falou de Blake demonstrando seu grande amor: ” meu marido é um dos diretores que mais me ensinou e me influenciou. No nosso 41.o aniversário de casamento (em novembro) dei-lhe 40 rosas brancas e uma vermelha”.
    Sempre é muito triste dizer adeus a um grande amor. Ficam as lindas lembranças, os grandes filmes, as hilárias comédias, os comoventes dramas, os grandiosos sucessos, uns poucos fracassos – porém gloriosos, mas soberanos reinam sobretudo a arte, o artista, o artesão, o escritor, o grande cineasta e as gostosas risadas, deliciosas, o imenso talento do genial e inigualável mestre Blake Edwards.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *