Especial The Who – Última parte

The Who em 2004

.
O Who só retornou aos palcos em 1999 para tocar em pequenos shows beneficentes. Um ano depois, estava novamente viajando em uma turnê que terminou com uma apresentação no Royal Albert Hall para arrecadar fundos para a Teenage Cancer Trust. A possibilidade de um novo álbum de estúdio passou a ser discutida entre os integrantes da banda e em outubro de 2001, a banda retornou à América para “incendiar” o The Concert For New York City. Em 7 e 8 de fevereiro de 2002, fez duas apresentações em prol da Teenage Cancer Trust. Estas seriam as últimas apresentações com o baixista John Entwisle, que morreria no dia 27 de junho do mesmo ano. John morreu de ataque cardíaco – causado pelo uso de cocaína -, enquanto dormia. Levou algum tempo até o grupo iniciar nova turnê, e para o cargo de baixista foi contratado Pino Palladino. Em 2004, retornou aos estúdios para gravar duas canções para a coletânea Then and Now: Real Good Looking Boy e também um tributo a John, Old Red Wine. As gravações foram seguidas por uma nova turnê com shows na Austrália e Japão. Em junho de 2005, Roger e Pete participaram do evento Four Season Hope Charity e no mês seguinte, o The Who participou do Live 8.

Outra turnê é iniciada em 2006 e no final de outubro é finalmente lançado Endless Wire, o primeiro álbum de inéditas do Who depois de 24 anos. A obra alcançou rapidamente a sétima colocação nas paradas da Billboard e a nona posição no Reino Unido. Em 6 de dezembro de 2008, os dois membros clássicos da banda foram prestigiados com o Kennedy Center Honor. Durante o evento, alguns artistas como Dave Grohl (Foo Fighters e Nirvana) e Joss Stone homenagearam a banda cantando alguns dos clássicos do grupo inglês. Atualmente alguns dos materiais da banda estão sendo relançados, como The Kids Are Alright e The Who Sell Out. Ano passado foi lançada uma nova edição de 30 Years of Maximum.

Foi colunista da extinta revista digital Acerto Crítico, do ano de 2000 até seu término em 2006. Foi colunista fixo dos blogs Jovem Repórter e CulturaNI , onde abordava cultura pop, música, cinema e cotidiano cultural da Baixada Fluminense. Escreve contos no seu blog pessoal “Se Nada Mais Der Errado”. Colabora com o CineZen desde 2010. É roteirista por formação – e, por orgulho – da HQ “Cotidiano”, pela editora “Maustouche”. Escreveu o roteiro dos curtas-metragens ” Ainda bem que estamos aqui” e ” Se nada mais der errado”. É autor de “Pequenos botões e grandes blusas”, distribuído digitalmente de forma gratuita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *