Produtor que pediu votos para Guerra ao Terror é barrado no Oscar

Capa de Guerra do PoderFoi unânime. Toda a diretoria do Departamento de Produtores da Academia de Hollywood decidiu desconvidar Nicolas Chartier da festa do Oscar no próximo domingo.

Semana passada, o produtor de “Guerra ao Terror” distribuiu um email entre os acadêmicos pedindo votos para seu filme, e detonando seu principal rival, “Avatar”.

Com essa atitude, Chartier violou uma das principais regras de conduta da campanha para o Oscar, que proíbe qualquer solicitação de votos ou algo que denigra os demais concorrentes.

Há quem ache que pegaram leve com o produtor espertalhão. A única discussão acirrada da reunião foi a respeito do primeiro castigo sugerido, ou seja, a desnominação dele como um dos produtores de “Guerra ao Terror” e a retirada do seu nome dos créditos do filme, ao menos no que diz respeito ao Oscar.

De acordo com a Academia, se “Guerra ao Terror” vencer a categoria Melhor Filme, o que há grande possibilidade, o produtor receberá a estatueta “em alguma data futura”.

O CineZen é um site independente sobre cinema, DVD e Blu-ray, TV e eventualmente literatura, quadrinhos, teatro, música e artes plásticas, lançado em 29 de março de 2009. Tem o objetivo de informar, analisar obras e cobrir eventos dessas áreas (com atenção para a Baixada Santista), prestar serviços e atuar no incentivo ao cinema nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *