Zumbilândia

zumbilandiaZumbilãndia (Zombieland, EUA, 2009). Direção: Ruben Fleischer. Roteiro: Paul Wernick, Rhett Reese, Rhett Reese-Paul Wernick. Elenco: Abigail Breslin, Bill Murray, Emma Stone, Amber Heard, Woody Harrelson, Jesse Eisenberg, Jake Akins. Comédia / Terror. 80 min. (Cor).

Sou fã confesso de filmes de zumbis. Um dos primeiros filmes de terror que assisti em minha infância foi “A Volta dos Mortos Vivos”, e isso sem contar o melhor videoclipe da história: “Thriller”, de Michael Jackson.

A partir daí me apaixonei pelo que muitos consideram cinema trash, porém eu encaro apenas como mais um subgênero  do terror.

“Zumbilândia” foi um filme que me surpreendeu, pois eu esperava algo um tanto bobinho, e o que me foi apresentado foi totalmente diferente. Muito divertido, o longa faz o estilo humor negro e prova que uma comédia também pode ter uma pitada de horror.

A trama começa mostrando os Estados Unidos tomados por zumbis, sem explicar de forma clara como aquilo ocorreu. Somos apresentados ao jovem “Columbus” (Jesse Eisenberg)  (todos as personagens tem nomes de cidades americanas e são os locais para qual eles estão indo) dando dicas, criadas por ele próprio, de como sobreviver às criaturas. Ele tem como objetivo procurar pela sua família justamente na cidade de… Columbus.

No meio do caminho ele encontra mais um sobrevivente, Tallahassee (Woody Harrelson), que faz o estilo durão, mas que na verdade é um pateta de bom coração. Aliás, o personagem de Harrelson  é o grande trunfo desta obra.  O ator tem outra ótima atuação num ano que também foi o que o filme “2012” teve de melhor.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=TKDTmIVs78o[/youtube]

Os dois se unem e mais tarde encontram as jovens Wichita (Emma Stone) e Little Rock (Abigail Breslin), duas garotas trapaceiras e altamente desconfiadas de tudo e todos.

Destaque para a participação especial de Bill Murray, interpretando a si mesmo na sua mansão em Beverly Hills.

“Zumbilândia” se atém muito mais à parte cômica e caricata de seus personagens do que à ação e talvez tenha pecado neste sentido. Apesar do título do filme ser literalmente “Terra de Zumbis”, não são mostradas muitas dessas criaturas no decorrer da projeção.

Pode ser que parte dessa ação tenha sido guardada para sua continuação em 2011. Mas o longa cumpre muito bem a função principal de um filme que é entreter. Altamente recomendado.

8,0

zombieland_2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *