Segurança Nacional – A Ameaça

seguranca_nacional
Assim como aconteceu na série “24 Horas”, o filme de ação brasileiro “Segurança Nacional – A Ameaça”, dirigido por Roberto Carminatti, chama atenção por trazer um presidente negro.

Só que não nos EUA. É a primeira vez que o cargo público é representado por um ator negro no Brasil, seja no cinema ou na TV. Quem o interpreta é o veterano Milton Gonçalves.

Quem pensa que o longa pegou carona na eleição de Barack Obama para a presidência americana, ledo engano. A obra foi rodada originalmente em 2006, bem antes de Obama ser eleito nos EUA. E tem cenas captadas no interior do “Aerolula”, o avião presidencial do governo brasileiro.

seguranca_nacional_2
Na trama de “Segurança Nacional” há uma disputa entre o Presidente, a Abin (Agência Brasileira de Inteligência), a Força Aérea Brasileira e o Exército no combate a traficantes latino-americanos, que ameaçam explodir o Sivam (Sistema de Vigilância da Amazônia) e dominar a fronteira amazônica.

Além do presidente negro, o filme traz outra característica que remete ao seriado protagonizado por Jack Bauer: seu enredo, que tem perseguição de aviões, helicópteros, tiros e explosões.

seguranca_nacional_3
Além de Milton Gonçalves, o filme destaca Thiago Lacerda como um agente policial. Completam o elenco Ailton Graça, Gracindo Júnior e Angela Vieira.

“Segurança Nacional” tem previsão de estreia para maio de 2010. Mas assim como “Tropa de Elite”, vazou na internet antes de ser finalizado.

Confira o trailer:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=j_eilssaiyU[/youtube]

As opiniões embutidas nos textos são dos seus respectivos autores, e não refletem necessariamente a opinião do site ou de seu editor.
Da Redação
Da Redação

O CineZen é um site independente sobre cinema, DVD e Blu-ray, TV e eventualmente literatura, quadrinhos, teatro, música e artes plásticas, lançado em 29 de março de 2009. Tem o objetivo de informar, analisar obras e cobrir eventos dessas áreas (com atenção para a Baixada Santista), prestar serviços e atuar no incentivo ao cinema nacional.