Cinema e poesia: Ao Mestre, com Carinho

ao_mestre_com_carinho

Neste 15 de Outubro, Dia do Professor, deixo meu agradecimento a todos os mestres que fizeram parte da minha vida.Todos estão,até hoje, eternizados na minha memória e no meu coração.

Ao Mestre, com Carinho (To Sir, With Love, Reino Unido, 1967). Direção: James Clavell. Roteiro: E.R. Braithwaite, James Clavell. Elenco: Sidney Poitier, Christian Roberts, Judy Geeson, Suzy Kendall. Drama. 105 min. (Cor).

Sinopse: Um jovem professor enfrenta alunos indisciplinados e desordeiros, neste filme clássico que refletiu alguns dos problemas e medos dos adolescentes do anos 60. Sidney Poitier tem uma de suas melhores atuações como Mark Thackeray, um engenheiro desempregado que resolve dar aulas em Londres, no bairro operário de East End. A classe, liderada por Denham (Christian Roberts), Pamela (Judy Geeson) e Barbara (Lulu, que também canta a canção título), estão determinados a destruir Thackeray como fizeram com seu predecessor, ao quebra-lhe o espírito. Mas Thackeray, acostumado a hostilidades, enfrenta o desafio tratando os alunos como jovens adultos que em breve estarão se sustentando por conta própria. Quando recebe um convite para voltar a engenharia, Thackeray deve decidir se pretende continuar.

Ofício dos mais nobres
pautado no amor e dedicação
professor és tu quem nos propicia
aprendizado e educação

Profissão não valorizada,
mas que merece reconhecimento
são nossos mestres que nos fazem
descobrir um mundo diferente

São anjos que vem dos céus
para que,
com seus ensinamentos
nos transformem em seres melhores
nos indicando o caminho do saber

Professor, todos os dias são teus…

Por isso sempre devemos dedicar
“ao mestre com carinho”
todo nosso respeito e afeição
nosso eterno bem querer
nossa eterna gratidão.

Santista e faz poesia desde criança. Escreveu três livros: Mulher: Amor e Poesia, em 1986 (pelo qual ganhou o prêmio Robalo de Ouro Brasil 1989), Fragmentos & Mutações, em 1997 e Poesia a quatro mãos (2008), realizado em parceria com seu filho André. É admiradora do poeta e escritor J. G. de Araújo Jorge, e de autores como Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meirelles, Paulo Leminski, Mário Quintana, Fernando Pessoa, José Saramago, entre outros tantos. Entre os novos poetas, Pergentino Jr, poeta de Guarulhos muito talentoso, além dos santistas Valdir Alvarenga, Guida Linhares, Edilza de Souza Fernandes e Paulo Schiff. Amante da música, teve uma composição classificada entre as dez finalistas de um festival. Na Bienal do Livro do Sesc-Santos, Mulher: Amor e Poesia foi um dos livros mais vendidos entre os autores independentes. Amante das artes, atualmente exerce a atividade de artesã. Parte de seu trabalho pode ser conferido no blog. No CineZen, estará colaborando com poemas, crônicas, textos sobre os filmes que é apaixonada e apontando poetas que estejam despontando na cena literária.

2 thoughts on “Cinema e poesia: Ao Mestre, com Carinho

  1. Este filme traduz tudo que é um bom professor,pra mim os professores são mestre em excelencia por que amo o que fazem,e acredito que se esse país investisse mais na educação,com certeza seria um país de primeiro mundo.Eu admiro quem optou por esta profissão que constrói toda uma nação.

  2. Sempre é bom ler e receber palavras de carinho, ser reconhecido e cumprimentado por alunos e ex-alunos… saber que alguma coisa de bom pode ser transmitida e quem sabe, ter feito muita diferença na vida de alguém… ter sido parte dela … por um breve e luminoso período … como disseram Rogers&Hammerstein em O REI E EU, ” a matéria que o professor mais gosta é… conhecer seus alunos” Como professor, agradeço emocionado e feliz essa linda homenagem, Regina!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *