Entre a Vida e a Morte

Por André Azenha

entreavidaeamortecimaEntre a Vida e a Morte (The Lazarus Project, EUA, 2008). Direção: John Glenn. Roteiro: John Glenn e Evan Astrowsky. Elenco: Paul Walker, Piper Perabo, Brooklynn Proulx, Bob Gunton. Suspense / Drama / 14 anos. 100 min. (Cor). Áud: Port, Ing. Leg: Port, Ing.

“Entre a Vida e a Morte” foi o primeiro filme como diretor de John Glenn (roteirista de “Controle Absoluto”, 2008, com Shia LaBeoulf), no qual também co-escreveu.

A idéia não é original: o que está acontecendo na trama pode não ser verdade, uma alucinação. Mas o filme cria o clima necessário para prender a atenção até os fatos serem revelados.

Um ex-condenado (Paul Walker) é sentenciado à morte e se vê após a sua injeção letal trabalhando numa pequena cidade do interior. Quando lhe contam que ele recebeu uma segunda chance de Deus, começa a questionar se realmente morreu.

Mesmo o protagonista Walker (de “Velozes e Furiosos”), não compromete. E a fita ainda tenta gerar uma discussão: é possível realmente transformar pessoas criminosas em cidadãos comuns? Dá pra assistir sem problemas.

6,0

entreavidaum

As opiniões embutidas nos textos são dos seus respectivos autores, e não refletem necessariamente a opinião do site ou de seu editor.
André Azenha
André Azenha

Jornalista, crítico de cinema, produtor cultural, assessor de imprensa. Criou o CineZen em 2009. Escreve uma coluna semanal, aos sábados, para o jornal Expresso Popular, colabora quinzenalmente com a Rádio CBN Santos e assina o blog Espaço de Cinema no G1 Santos. Criador e coordenador do Santos Film Fest, CulturalMente Santista - Fórum Cultural de Santos, Nerd Cine Fest. Em 2016 publicou o livro "Histórias: Batman e Superman no Cinema". Já colaborou com sites, revistas e jornais de diversas partes do país. É membro da Abraccine - Associação Brasileira dos Críticos de Cinema. Ministra cursos e palestras sobre crítica de cinema e jornalismo cultural. Realizou 102 sessões de um projeto de cinema itinerante, em Santos.