A História da Semente e a Terra

Por Pergentino Júnior

Sou jardineiro, nosso amor é um punhado de terra fina que peguei nas mãos, tenho que andar léguas e léguas em busca de um vaso que contém uma semente com o nome de “Eterno”.

Este vaso está no topo de uma montanha, vou depositar nele essa terra fina, para que nasça uma flor rara jamais vista por olhos humanos!

O nome desta flor é “Amor eterno”.

No início a terra trasbordava em minhas mãos, a cada passo meu, era um punhado que caia em chão aquoso, onde nasciam pequenas mudas de flores formando um rastro, conforme eu andava, essas mudas iam ficando para trás, o que me deixava muito triste, pois com isso via que também nosso amor estava ficando para trás.

Continuei minha caminhada com muita fé que chegaria com terra o bastante para preencher o vaso, mas continuava escapando entre meus dedos, estava vendo que mais e mais ia se perdendo, então comecei a rezar para que Deus mandasse chuva, assim molharia a terra para transformá-la em barro e assim eu poderia seguir sem medo, mas a chuva não caia!

Não desanimei, continuei minha caminhada para meu destino com muita fé que chegaria com terra o bastante para depositar naquele vaso, mas a terra já era pouca, não sabia se daria para preencher o vaso por inteiro.

Cheguei a tal montanha, mas minha subida era lenta, minhas pernas já não estavam mais firmes, mesmo assim persisti porque sabia que valeria a pena.

Quando cheguei ao topo, a terra já era pouca, não sabia se a semente germinaria, depositei a terra no vaso e me sentei em uma pedra, fiquei ali por três dias esperando a chuva cair para regar a terra com a semente e dali nascer a flor “Amor eterno”, mas não caia uma gota d’água sequer, em prantos ajoelhei no chão e rezei com muita fé, foi então que um anjo apareceu e me falou;

“Deus deu o poder somente a ela para fazer chuva cair e então fazer brotar a flor ‘Amor eterno’”.

A partir daqui tudo vai depender dela, está somente nas mãos dela!

Continue sua vida, volte para seu jardim que no momento está vazio, você pode fazer a nascer uma bela flor, porque  bem sabe que sementes já foram lançadas, basta regá-las com carinho, amizade, amor, companheirismo, palavras doces, música, sinceridade, entre outras coisas que tem a oferecer, enquanto isso, deixe que ela pense,  porque é somente isto que tem que fazer no momento!”

Nascido em Guarulhos, São Paulo, escreve desde 2008, não tem influencias literárias, usa sempre suas próprias métricas e regras, escreve não para se tornar conhecido, mas sim para dividir seu conhecimento! Mais sobre sua obra no seu blog.

29 thoughts on “A História da Semente e a Terra

  1. Isso é uma história de amor verdadeiro, mostra que pessoas se dedicam ao amor, mas nem sempre o amor se dedica a elas! Beijos Júnior, estou adorando ler seus poemas!

    Laís

  2. Mais um texto de extrema sensibilidade. Te ler, grande poeta, é uma das coisas que ainda me fazem acreditar em bons e sinceros sentimentos. Muita luz em sua vida sempre! Grande beijo.

  3. Sabe poeta, além de lindo seu texto é muito reflexivo. Eu posso doar os melhores sentimentos que há em mim, mas isso não é sinal que vou viver um amor eterno. É preciso mais. É preciso ter o mesmo objetivo em comum. Um amor cúmplice, que supera os tropeços do caminho e acredita na sua força, esse sim há de se tornar eterno. Muito lindo, parabéns!

  4. Bom, eu já li e já comentei, mas o comentário sumiu… Não sei o que aconteceu!
    Mas não tem problema, faço de novo… Sempre muito bom ler você, Junior, sua criatividade e talento vieram de berço, não tenho dúvidas!!! Parabéns, querido. Sucesso sempre. Beijos

  5. Jr., mais uma vez fala a alma deste poeta de sensibilidade impar.
    Como disseste uma vez, só entendem os teus escritos quem os lê com a alma porque com ela tu os escreve.
    Parabéns…beijos

  6. Oi Junior, a Si me indicou este conto e eu simplesmente adorei. Me perguntava muitas vezes se amor eterno existia, agora sei que existe sim, só não sei se temos sabedoria suficiente para cultivá-lo! Lindo. Parabéns! Bjs

  7. JR. ESSE JARDIM TEM DE SER MUITO ESPECIAL …
    ESSA FLOR MUITO AMADA,SORTE DESSA FLOR TER UM JARDINEIRO COMO VC!
    PARABÉNS LINDA HISTORIA …
    LINDO AMOR!
    BEIJOS

  8. Uma história de amor extremado, reflexiva, com grande teor didático a ser pensado. Bela história desse amor puro e dedicado. Nem sempre se está preparado para isso.Parabéns qrido PJ.

  9. Oi Junior, a Si me indicou este conto e eu simplesmente adorei. Eu me perguntava muitas vezes se amor eterno existia, agora sei que existe sim, só não sei se temos sabedoria suficiente para cultivá-lo! Lindo. Parabéns! Bjs

  10. Lindo!!! É de uma sensibilidade e fragilidade, mas ao mesmo tempo
    de uma força enorme que só o amor e a fé nos fazem ter.
    beijos..beijos..enormes!!! sucesso.

  11. Emocionante D+.
    Pode ter certeza que o pouco da terra que ficou em suas mãos, era exatamente a porção essencial do amor. Bjks

  12. Sua sensibilidade é tocante, visto que este belo trecho , nos transmite muita doçura,e nos
    faz refletir sobre este ”AMOR ETERNO”
    Acho que só o encontaremos em DEUS, pois
    em nós, humanos, inquietos, volúveis, é quase improvável de acontecer.
    A semente nós
    a temos….falta muita chuva de amor!
    Lindo, poeta.

  13. Jr,
    Como sempre trazendo lindas composições. Mais uma reflexiva história de amor de conteúdo riquisssimo,como já foi dito em comentário anterior, o amor supera qualquer obstáculos, e a semente foi regada pela tua intensidade, daí o resultado de tão belo trabalho!
    Amo ler-te Poeta intenso ! Que perdure este amor Eterno!
    bjs no coração!
    Diná

  14. Junior,
    Vc mais uma vez põe a prova toda sua sensibilidade,sua expressão poetica.Expressa com a alma e eu,privilegiada fico aqui meditando…é uma mistura do amor ágape,Erós…é Amor gradual que vem sendo regado pra se tornar Eterno.Bom demais!
    O seu segredo é simples,como disse Saint Exupéry…”só se vê com o coração;o essencial é invisivel aos olhos”.
    Parabéns e já estou pedindo mais .Sei que nunca faltará agua pra regar esse amor.

  15. Ei Júnior!!
    Como são belas a s suas palavras!
    Consegues transmitir toda a sensibilidade de um homem. Ainda acredito nesse AMOR eterno…

  16. Muito lindo o seu poema! Acho que deveria mudar o nome para “O Jardineiro Fiel”!
    O Amor Eterno só existe se ambos acreditarem nesse amor! Há muita beleza
    e sensiblidade em seu texto! Parabéns, Júnior!

  17. Lindíssimo! Coloca sua alma em tdo o q escreve. Tocou-me mto “O Amor eterno”. Tdas as sementes q falou, temos em nós; com certeza, mas nem sempre são regadas por nós ou pela chuva. Poderia existir mesmo….embora difícil, sonhemos então…

  18. Q suas mãos, q são mágicas e seu coração meigo, continuem abrilhantando-nos sempre.

  19. Junior, lindo, lindissimo,ès de uma profundidade extrema escreve com a alma, ah o amor, não importa a forma, sempre tão maravilhoso,amei muito. Ja gosto de seus poemas, agora então, nossa…beijos

  20. Parece que eu vivenciei esse texto!! Toda e qualquer coincidencia é pura casualidade!! Isso, porque todas as historias de amor sao parecidas. O amor é tudo, e sem amor nao podemos ver a Deus, como diz em Corintios, o amor, tudo suporta, tudo espera, tudo cre, tudo alcança. Ainda q eu falasse a lingua dos homens e dos anjos, sem eu nao tivesse amor eu nada seria.Que nunca falte amor e inspiraçao, e assim vamos poder reflexionar, pensar, sonhar com seus poemas e textos.

    Beijos querido

  21. Belíssimo.Você realmente escreve com a alma, com uma beleza
    imensurável.
    Beijos de Luz!!!

  22. Querido poeta entendo perfeitamente o que quiz passar com a história..penso que vivo ela atualmente…recebo todos os cuidados mas não está na hora de germinar a semente do amor eterno!!!parabéns pela sensibilidade sempre!!!bjos no coração!!!

  23. Nossa! vc é o máximo sou sua fã amo o que escreve. muito lindo! sem palavras. bjinhos d luz em seu coração!

  24. Nossa!Lindo demais Jr!
    Realmente voce está passando uma fase muito boa da sua vida pra escrever essa linda historia.
    Mais uma vez digo e repito!
    Voce tem uma grande sensibilidade e passa isso ao leitor.Parabens.Adoro seus textos.Bjus

  25. Achei linda a estoria,me emocionei muito.
    Umas das mais belas que ja tive o prazer de lê;meus parabéns pra vc JR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *