O Arqueiro e a Feiticeira

o-arqueiro-e-a-feiticeiracimaA escritora, jornalista e professora universitária santista Helena Gomes, 42, autora de Assassinato na Biblioteca (Rocco, 2008), selecionado para o Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE 2009), Lobo Alpha (Rocco, 2006), entre outros, autografa no próximo sábado (25), o livro O Arqueiro e a Feiticeira. O evento tem início marcado para as 13h e acontece durante o Fantasticon 2009 – III Simpósio de Literatura Fantástica, na Biblioteca Temática de Literatura Fantástica Viriato Corrêa, em São Paulo (Rua Sena Madureira, 298).

Com trama de fantasia que se passa na época medieval, a obra, publicada originalmente em 2003, é o primeiro de sete volumes da saga A Caverna de Cristais, e está sendo relançada pela Idea Editora.

Em 2007 a Idea lançou o volume 2, Aliança dos Povos, e no ano seguinte, o volume 3, Despertar do Dragão, investindo em novos formato e projeto gráfico que criassem uma identidade visual para a saga. As capas são do artista plástico Milton Nakata, professor de design da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

“O plano era resgatar a saga para os leitores originais, que simplesmente a veneram. Trabalhamos o lançamento dos livros 2 e 3 e, para surpresa nossa, além dos leitores antigos, muita gente nova foi atingida por ela”, conta o editor da Idea, Rodrigo Coube.

Helena Gomes, então, aproveitou para rever O Arqueiro e a Feiticeira. “Ajustei essencialmente a linguagem e também a divisão dos capítulos, sempre visando o entrosamento perfeito entre o conteúdo e o novo e caprichado design que a Idea produziu para a saga”, detalha a escritora.

Originalmente A Caverna de Cristais nasceu para ser contada em dois livros, como lembra Helena. “Mas, sem que eu pudesse impedir, as aventuras do arqueiro Thomas foram crescendo, ganharam desdobramentos imprevisíveis e atraíram novos personagens e situações. Quando vi, tinha nas mãos uma saga de sete livros, histórias que se desenvolveram a partir da trama original”.

Helena Gomes
Helena Gomes

Para dar vida a O Arqueiro e a Feiticeira a autora se inspirou no filme “O Feitiço de Áquila”. Após conferir o longa, em 1987, Helena teve vontade de escrever uma história sobre um tenebroso arcebispo e uma feiticeira, baseada na personagem interpretada por Michelle Pfeiffer.

A idéia inicial foi realizar um roteiro para história em quadrinhos, projeto que não avançou. A partir de janeiro de 2001, a escritora começou a transpor a trama para a forma de prosa. No processo de produção, foram utilizados ingredientes como magia, cavaleiros, um vilão com poderes totalitários, monges que escondem segredos e um rei manipulável.

Outro detalhe curioso na concepção da saga é que os cristais tiveram papel fundamental no processo de criação de Helena, que um dia, ao olhar atentamente a ametista que tem em casa, ficou surpresa com o brilho refletido nos minúsculos cristais. “Seria um cenário perfeito para traçar um paralelo entre a luminosidade e a escuridão, o caminho de trevas e perigo que espera os dois personagens que nela se encontram”, explica ela.

O livro nos leva a uma guerra entre dois povos, que termina com a vitória dos cruéis nergals, seres que chegam à nossa dimensão, deixando para trás um doloroso rastro de destruição. Em desespero, Loxian, a rainha dos elora, ordena aos três melhores guerreiros a difícil missão de impedir que os inimigos, liderados por Mudu-za, ataquem mundos inocentes, o que não acontece. Milênios depois, em um reino medieval perdido em um planeta chamado Terra, uma jovem Sacerdotisa chega em busca do Herdeiro, o arqueiro Thomas. O único que poderá deter o terror nergal que agora ameaça a raça humana.

A programação da Idea prevê o lançamento de um volume da série por ano por mais quatro anos consecutivos. Ou seja: A Tríade, em 2010, O Guerreiro da Ursa, em 2011, Destruidores, em 2012, e O Último Arthur, em 2013. Mais informações sobre a publicação pelo telefone  14 – 3879 0288  ou pelo e-mail idea@ideaeditora.com.br ou no site www.ideaeditora.com.br.

Autora: Helena Gomes
Editora: Idea
288 páginas
Capa e Ilustrações: Milton Nakata
Formato: 16 x 23 cm
Preço: R$ 49,90

André Azenha
Jornalista por formação, crítico de cinema, produtor cultural, pesquisador, curador, assessor de imprensa. Criou o CineZen em 2009. Colaborou com críticas semanais nos jornais Expresso Popular e quinzenais no jornal A Tribuna. Colabora semanalmente com a Rádio Santos FM. Escreveu entre 2012 e 2017 para o blog Espaço de Cinema no G1 Santos. Criador e coordenador do Santos Film Fest - Festival Internacional de Filmes de Santos, CulturalMente Santista - Fórum Cultural de Santos, Nerd Cine Fest e PalafitaCon. Em 2016 publicou o livro "Histórias: Batman e Superman no Cinema". Já colaborou com sites, revistas e jornais de diversas partes do país. Realizou 102 sessões de um projeto de cinema itinerante. Atualmente participa do projeto Hora da Cultura, pela Secult Santos, levando sessões de filmes e bate-papos às escolas da rede municipal. Mestrando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi. Escreveu sobre cinema para sites, jornais e revistas de Santos, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Limeira e Maceió. www.facebook.com/andreazenha01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *