O Amante

Por: André Azenha

amante

O Amante (The Other Man, EUA / Inglaterra, 2008). Direção: Richard Eyre. Roteiro: Richard Eyre, Bernhard Schlink, Charles Wood. Elenco: Liam Neeson, Antonio Bandeiras, Laura Linney, Romola Garai. Drama / Suspense. 88 min. (Cor).

6,5

O diretor e roteirista inglês Richard Eyre tem prestígio. Sua carreira conta com belos filmes que alcançaram, inclusive, reconhecimento no Oscar. “Iris” (2001) rendeu uma estatueta de ator coadjuvante para Jim Broadbent e indicações para Judi Dench (Atriz) e Kate Winslet (Coadjuvante). Cinco anos depois, o denso “Notas Sobre um Escândalo” foi indicado quatro vezes ao prêmio da Academia nas categorias Roteiro Adaptado, Trilha Sonora, Atriz (outra vez Dench) e Atriz Coadjuvante (Cate Blanchett).  Natural que atores respeitados se interessem em trabalhar com ele.

Para “O Amante”, Eyre juntou intérpretes consagrados como Lian Neeson, Laura Linney e Antonio Banderas, mais a jovem talentosa Romola Garai (de “Scoop” e “Desejo e Reparação”, longa no qual o cineasta foi produtor executivo) para contar a história de Peter(Neeson), empresário que descobre um caso extraconjugal de sua esposa Lisa (Linney) e passa a investigar o desaparecimento dela, chegando à Itália, onde encontra Raph (Banderas), o amante do título.

amantedois

Porém, Eyre se perde na tentativa de criar um suspense, prejudicando o que poderia ser um ótimo drama sobre amor, traição e a superação de uma perda. Assim, os atores ficam restritos a poucos momentos memoráveis, destacando-se principalmente Neeson (beneficiado pelo papel principal), e Romola Garai, no papel de filha de Peter e Lisa.

O filme, no início, soa interessante, mas “interessante” não significa que o rumo tomado pela história possa conquistar o espectador. E a reviravolta que acontece no roteiro pode ser percebida com antecedência. Uma pena, pois “O Amante” acaba sendo um desperdício para tantos talentos, e se não é ruim, também está aquém da qualidade dos longas já concebidos pelo cineasta.

André Azenha
Jornalista por formação, crítico de cinema, produtor cultural, pesquisador, curador, assessor de imprensa. Criou o CineZen em 2009. Colaborou com críticas semanais nos jornais Expresso Popular e quinzenais no jornal A Tribuna. Colabora semanalmente com a Rádio Santos FM. Escreveu entre 2012 e 2017 para o blog Espaço de Cinema no G1 Santos. Criador e coordenador do Santos Film Fest - Festival Internacional de Filmes de Santos, CulturalMente Santista - Fórum Cultural de Santos, Nerd Cine Fest e PalafitaCon. Em 2016 publicou o livro "Histórias: Batman e Superman no Cinema". Já colaborou com sites, revistas e jornais de diversas partes do país. Realizou 102 sessões de um projeto de cinema itinerante. Atualmente participa do projeto Hora da Cultura, pela Secult Santos, levando sessões de filmes e bate-papos às escolas da rede municipal. Mestrando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi. Escreveu sobre cinema para sites, jornais e revistas de Santos, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Limeira e Maceió. www.facebook.com/andreazenha01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *