Duro de Matar 4.0

Por: André Azenha

duro

Duro de Matar 4.0 (Live Free or Die Hard, EUA, 2007). Direção: Len Wiseman. Roteiro: Mark Bomback e Doug Richardson, baseado nos personagens criados por Roderick Thorp. Elenco: Bruce Willis, Jeffrey Wright, Justin Long, Kevin Smith. 130 min. Aventura / Ação. (Cor).

7,5

Quem disse que o tipo de herói como John McLane estava morto? Após doze anos do último filme da série, Bruce Willis não só voltou a encarnar o célebre personagem – um policial comum, sem grandes habilidades ou QI espetacular, mas extremamente insistente e carismático – como recuperou o fôlego da franquia e fez o público do século XXI gostar de um tipo de ação praticamente datada. Claro que para pegar o novo público de jeito, “Duro de Matar 4.0” precisou de pequenas transformações em relação ao clássico de 1988 (sim, é um clássico), transformando McLane num cara quase indestrutível e substituindo doses de suspense pela ação ininterrupta.

Para isso contribuiu a direção de Len Wiseman, (“Anjos da Noite”). Mas o roteiro mediano não é completamente descartável por manter traços das obras anteriores. Novamente McLane é apanhado de surpresa por um furacão terrorista e precisa livrar o país de um hacker cibernético capaz de mandar a nação de volta à Idade da Pedra. Timothy Olyphant vive o vilão ajudado pela gata Maggie Q, especialista em artes marciais.

O policial ainda recebe a ajuda de um hacker “do bem” (Justin Long) e precisa salvar a filha (Mary Elizabeth Winstead), que está na mão dos bandidos. Destaque para a ponta hilária de Kevin Smith e uma cena espetacularmente exagerada, em que um helicóptero é simplesmente derrubado por um carro! Diversão pra quem gosta do gênero.

duroum

André Azenha
Jornalista por formação, crítico de cinema, produtor cultural, pesquisador, curador, assessor de imprensa. Criou o CineZen em 2009. Colaborou com críticas semanais nos jornais Expresso Popular e quinzenais no jornal A Tribuna. Colabora semanalmente com a Rádio Santos FM. Escreveu entre 2012 e 2017 para o blog Espaço de Cinema no G1 Santos. Criador e coordenador do Santos Film Fest - Festival Internacional de Filmes de Santos, CulturalMente Santista - Fórum Cultural de Santos, Nerd Cine Fest e PalafitaCon. Em 2016 publicou o livro "Histórias: Batman e Superman no Cinema". Já colaborou com sites, revistas e jornais de diversas partes do país. Realizou 102 sessões de um projeto de cinema itinerante. Atualmente participa do projeto Hora da Cultura, pela Secult Santos, levando sessões de filmes e bate-papos às escolas da rede municipal. Mestrando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi. Escreveu sobre cinema para sites, jornais e revistas de Santos, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Limeira e Maceió. www.facebook.com/andreazenha01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *