Dália Negra

Dália Negra (The Black Dahlia, EUA / Alemanha, 2006). Direção: Brian de Palma. Roteiro: Josh Friedman, baseado em livro de James Ellroy. Elenco: Josh Hartnett, Scarlett Johansson, Hilary Swank, Aaron Eckhart, Mia Kirshner. Suspense. 121 min. (Cor).

Baseado no famoso romance policial de 1987 escrito por James Ellroy (“Los Angeles – Cidade Proibida”), “Dália Negra” aborda uma história verídica que chocou  Hollywood: o assassinato da aspirante a atriz Elizabeth “Betty” Short, de 22 anos.

Em 1947, o cadáver de Betty foi encontrado em um terreno baldio de Los Angeles. Visão bizarra. Corpo dividido ao meio com os órgãos retirados, sangue drenado e o rosto cortado de orelha a orelha, deixando um sorriso macabro. Batizado pela imprensa  de “Dália Negra” (em referência ao filme da época “A Dália Azul”), o caso tornou-se um dos grandes mistérios de Hollywood (junto da morte do produtor Thomas Ince, em 1924, num iate de William Randolph Hearst).

daliadois

Ellroy (cuja mãe foi morta por estrangulamento) decidiu recontar a trama em uma mistura de fato e ficção, juntando o caso aos segredos da elite da indústria cinematográfica, envolvida em corrupção.

A partir da obra literária, De Palma criou uma obra impecável tecnicamente (recriação e figurinos da época perfeitos, bela fotografia e ótima trilha de Mark Ishan) que homenageia o cinema noir, mas é prejudicada pelo roteiro adaptado confuso de Josh Friedman e o elenco irregular. Enquanto Mia Kirshner (bem parecida com a Betty real) convence como vítima, a duas vezes vencedora do Oscar, Hilary Swank, não possui o perfil de “mulher fatal”, e Scarlett Johansson serve apenas de peça de decoração. Pouco também tem a fazer a dupla de investigadores do crime, interpretados por Josh Hartnett e Aaron Eckhart. Como resultado, a resolução não convence.

André Azenha
Jornalista, crítico de cinema, produtor cultural, assessor de imprensa. Criou o CineZen em 2009. Escreve uma coluna semanal, aos sábados, para o jornal Expresso Popular, colabora semanalmente com a Rádio Santos FM. Escreveu entre 2012 e 2017 para o blog Espaço de Cinema no G1 Santos. Criador e coordenador do Santos Film Fest, CulturalMente Santista - Fórum Cultural de Santos, Nerd Cine Fest. Em 2016 publicou o livro "Histórias: Batman e Superman no Cinema". Já colaborou com sites, revistas e jornais de diversas partes do país. Realizou 102 sessões de um projeto de cinema itinerante, em Santos. Mestrando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *