Memórias de um Assassino

Memórias de um Assassino (Salinui Chueok / Memories of Murder, Coréia do Sul, 2003). Direção: Bong Joon-ho. Roteiro: Joon-ho Bong, Kwang-rim Kim, Sung Bo Shim. Elenco: Kang-ho Song, Sang-kyung Kim, Roe-ha Kim. Suspense. 132 min. (Cor).

No final dos anos 80, enquanto sofria com a ditadura, a Coréia do Sul teve seu primeiro registro  oficial de um serial killer. “Memórias de um Assassino” (2003), segundo  trabalho do diretor Bong Joon-ho, que estourou internacionalmente com o espetacular “O Hospedeiro”, retrata o período e escancara o atraso causado ao país pelo regime militar – na incompetência da polícia, na precariedade de um hospital para tratar um simples tétano ou na falta de tecnologia para identificar suspeitos.

Na história , dois policiais do interior não conseguem desvendar uma série de mortes de mulheres atacadas durante dias de chuva. Para ajudá-los, um detetive da capital aparece e é recebido com olhares tortos pela dupla, que faz de tudo para “achar” um culpado. O diretor, auxiliado pelo ótimo roteiro e as boas atuações do elenco, criou uma obra realista, onde os três investigadores não são heróis e as brigas, e até o sexo, são desengonçados.O epílogo, simples, rápido e revelador, é um soco no estômago.

André Azenha
Jornalista, crítico de cinema, produtor cultural, assessor de imprensa. Criou o CineZen em 2009. Escreve uma coluna semanal, aos sábados, para o jornal Expresso Popular, colabora semanalmente com a Rádio Santos FM. Escreveu entre 2012 e 2017 para o blog Espaço de Cinema no G1 Santos. Criador e coordenador do Santos Film Fest, CulturalMente Santista - Fórum Cultural de Santos, Nerd Cine Fest. Em 2016 publicou o livro "Histórias: Batman e Superman no Cinema". Já colaborou com sites, revistas e jornais de diversas partes do país. Realizou 102 sessões de um projeto de cinema itinerante, em Santos. Mestrando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *